Diminuição do analfabetismo depende da melhoria na formação de professores, dizem especialistas

quarta-feira, 3 de novembro de 2021


 O investimento na formação de professores foi apontado por especialistas como providência necessária para melhorar os índices de alfabetização no País. Em seminário sobre o tema promovido nesta quarta-feira (3) pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, debatedores mostraram preocupação com os efeitos da pandemia de Covid-19 no ensino das crianças e na evasão dos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA). De acordo com a edição 2019 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), o Brasil tem 11 milhões de pessoas acima de 15 anos que são analfabetas. Dados de um levantamento de 2018 revelam também que 29 milhões de cidadãos são considerados analfabetos funcionais, com pouca capacidade de ler e interpretar um texto.




Últimas Postagens

Facebook

Arquivo do blog

Visualizações de página