Dr. Valdi visita suas bases política na Cidade de Paudalho, para compartilhar a felicidade do suplente de vereador e aniversariante do dia (irmão Val ).

domingo, 29 de agosto de 2021



O pré-candidato a deputado estadual, Dr. Valdi Sales apresenta no presente momento, um conjunto político muito fortalecido em todo o estado. Tanto na Zona da Mata, Agreste, como Sertão o médico conta com grande representatividade para as eleições próximas.

Essa semana Valdi esteve reunido com fortes amigos e lideranças na mata norte, exclusivamente na cidade de Paudalho, onde participou do aniversário do Irmão Val e que estavam presentes, o ex-candidato a vice-prefeito em 2020 Pastor Reginaldo, como alguns suplentes de vereadores John Silas e Adriano Tratorista, entre outros de grande importância política da região.

Nas suas redes sociais o pré-candidato a deputado estadual Dr. Valdi apresentou que é sempre um prazer está reunido com amigos, e que acima de tudo pessoas de grande respeito e que desfruta de amor a coletividade.

                                   

Com avanço da variante Delta, governo anuncia terceira dose da vacina contra Covid

quarta-feira, 25 de agosto de 2021


 Com o avanço da variante Delta do novo coronavírus, o Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (25) a aplicação da terceira dose ou dose de reforço da vacina contra a Covid-19. O início da aplicação está previsto para 15 de setembro. A dose de reforço é indicada para os idosos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses. No caso dos imunossuprimidos, eles devem esperar 28 dias após a segunda dose. O ministério informou que a imunização deverá ser feita, preferencialmente, com uma dose da Pfizer, ou de maneira alternativa, com a vacina de vetor viral da Janssen ou da AstraZeneca.


A comissão externa da Câmara dos Deputados de enfrentamento à Covid-19 promoveu audiência pública nesta terça-feira (24) sobre a variante Delta e a situação do Sistema Único de Saúde (SUS) na pandemia. A secretária extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Leite de Melo, afirmou que estudos apontam a eficácia da terceira dose entre seis a oito meses após a segunda dose. Ela estima que em torno de 35 milhões de pessoas poderiam ser atendidas.


Rosana disse que uma decisão nesse sentido deve ser anunciada nesta semana. “Com o quantitativo contratado de vacinas, 600 milhões de doses, conseguiríamos vacinar os idosos e profissionais de saúde que se vacinaram no início do ano”, informou. Segundo ela, o aumento de 4% na última semana na transmissão acendeu o alerta de que não é o momento de “baixar a guarda” nos cuidados. Já foram computados 1.370 casos da variante Delta, com aumento nas últimas três semanas, especialmente no Rio de Janeiro (505 casos), no Rio Grande do Sul (156 casos) e no Distrito Federal (125) casos.


Relatora, a deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) manifestou preocupação com a situação do Rio de Janeiro e cobrou posicionamento do governo sobre a terceira dose da vacina. A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) ressaltou ainda a indicação de especialistas que alertam para a “explosão da Delta” entre setembro e outubro.


Rosana Leite de Melo afirmou que, se for decidida a vacinação nos idosos, a maioria vai completar seis meses de vacinação agora em setembro e outubro. “Então, temos tempo para fazer essa nova vacinação”, apontou.


A representante do Ministério da Saúde também alertou para importância de outras medidas fundamentais, como manter o distanciamento social para interromper a cadeia de transmissão.


“Embora tenhamos a sensação de que a pandemia está arrefecendo, nós paramos em um patamar muito alto de casos. Não podemos baixar a guarda e precisamos incentivar medidas restritivas não farmacológicas. Só com isso vamos frear as cadeias de transmissão e esse ambiente favorável ao vírus e suas mutações”, ressaltou.


Apesar da redução de 10% nos óbitos até 23 de agosto, o País já soma 574.848 mortes e 20.583.994 de casos notificados. “Estamos em um momento um pouco mais confortável em relação a janeiro deste ano, porém em um patamar muito alto de casos, e qualquer aumento pode ter repercussões graves no sistema de saúde”, reconheceu Rosana.


Fonte: Agência Câmara de Notícias

Pacheco rejeita pedido de Bolsonaro por impeachment de Moraes


 O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, anunciou nesta quarta-feira (25) que rejeitou o pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O pedido havia sido apresentado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em caráter pessoal, e será arquivado.

Pacheco explicou que submeteu a denúncia de Bolsonaro contra Moraes à Advocacia do Senado, que emitiu um parecer técnico considerando a peça sem adequação legal. Além do aspecto jurídico, Pacheco justificou a decisão citando a preservação da independência entre os Poderes, e disse acreditar que ela é uma chance para que as crises institucionais sejam deixadas para trás.

— Há também o lado político de uma oportunidade dada para que possamos restabelecer as boas relações entre os Poderes. Quero crer que esta decisão possa constituir um marco de pacificação e união nacional, que tanto pedimos, e é fundamental para o bem-estar da população e para a possibilidade de progresso e ordem no nosso país. Pacheco comunicou a rejeição do pedido num pronunciamento à imprensa. Ele estava acompanhado pelo vice-presidente do Senado, Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB).



Pré-candidato a deputado estadual Dr. Valdi Sales participa de culto de adoração, na cidade de Toritama.


 

O médico Dr. Valdi Sales participou de um culto de oração essa semana na cidade de Toritama, que contou com a presença de muitos populares, como também foi celebrado grande homenagem, ao pastor  Abel pelo seu aniversário. O culto contou com  a presença do irmão do lanche, irmão Edinaldo, Dinho da Pousada, Jéssica Santos ,como também o amigo Sandro.

Vale salientar que Dr. Valdi é pré-candidato a deputado estadual e uma das figuras política mais atuante nas causas dos menos favorecidos, onde tem realizado visitas na zona da Mata, Agreste e Sertão,com a finalidade de ouvir as problemáticas locais e ao mesmo tempo reunir forças para lutar peças causas sociais.

Na cidade de Toritama, Irmão Edinaldo segue firme com Dr. Valdi Sales.

quarta-feira, 18 de agosto de 2021


 O pré-candidato a deputado estadual Dr. Valdi Sales Sales ,firmou mais um grande apoio político na capital do Jeans. Ele que é conhecido popularmente como irmão  Edinaldo e disputou as eleições municipais, para o cargo de vereador na cidade de Toritama pelo partido PRTB. Conforme ele apresentou nas mídias sociais, que é um prazer seguir unido para as eleições com Dr. Valdi Sales .

Vale lembrar que Dr. Valdi tem grandes serviços prestados na saúde e educação e não apenas no período de campanha atua para os menos favorecidos. Com essa finalidade a união busca trazer novos avanços para a cidade de Toritama.

Na cidade de Santa Maria do Cambucá, Tontonho do Som adere o projeto político do pré- candidato Dr. Valdi Sales, para as próximas eleições.

domingo, 15 de agosto de 2021

 

O pré-candidato a deputado estadual Dr. Valdi Sales tem feito grande junções de forças políticas em todo o estado. Percorrendo Zona da Mata , Agreste e Sertão, o médico tem debatido muito com o povo das localidades procurando  melhorias na saúde e principalmente na educação para todos, já que uma das importantes bandeiras defendidas de Dr. Valdi é igualdade nas políticas sociais, para que elas se estendam também para aqueles longe dos olhares do estado . Na cidade de Santa Maria do Cambucá no agreste do estado, o pré-candidato a deputado estadual Dr. Valdi Sales teve um grande reforço em seu projeto político, para as eleições próximas,"Tontonho Som", popularmente como é conhecido no município. O mesmo é suplente de vereador pelo partido PODEMOS e nas redes sociais relatou que estará firme e forte com Dr. Valdi seguindo para o pleito próximo.

Carmem Lúcia da cidade de Frei Miguelinho adere o projeto político do pré-candidato a deputado estadual Dr. Valdi Sales.

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

 


A  enfermeira e suplente do legislativo pelo MDB da cidade de Frei Miguelinho, Carmem Lúcia, adere ao projeto político do pré-candidato a deputado estadual Dr. Valdi Sales. Segundo a mesma relatou em redes sociais, que é um prazer caminhar ao lado de uma pessoa com tantos serviços prestados como é Dr. Valdi Sales, como também que há muito tempo vem sondando os trabalhos e atuação do médico amigo, e que resolveu caminhar ao lado dele, já que ele atua em benefício da saúde e educação em todos os tempos no estado.

Comissão rejeita proposta sobre aumento abusivo de preços durante pandemia


 A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados rejeitou o Projeto de Lei 1087/20, do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), que impede o aumento sem justa causa de produtos ou serviços durante o estado de calamidade pública por causa da pandemia de Covid-19.


A comissão acolheu parecer do relator, deputado Bozzella (PSL-SP). O argumento de Bozzella é que a legislação atual já prevê a proteção contra a alta abusiva de preços. “O aumento arbitrário dos lucros constitui infração contra a ordem econômica (Lei 12.529/11) e crime contra a economia popular (Lei 1.521/51). Da mesma forma, a elevação sem justa causa do preço de produto ou serviço já é prática considerada abusiva pelo Código de Defesa do Consumidor”, listou.


O relator observou ainda que o Código de Defesa do Consumidor prevê, adicionalmente, que as infrações das normas de defesa do consumidor ficam sujeitas a sanções administrativas como multa, suspensão temporária de atividade, cassação de licença ou interdição total ou parcial de estabelecimento ou atividade.


“Portanto, diante do desrespeito às normas de proteção ao consumidor, a aplicação das penalidades aos infratores já pode ser feita pelos órgãos integrantes do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, isto é, Procons, Ministério Público, Defensoria Pública, Delegacias de Defesa do Consumidor, Juizados Especiais Cíveis e Organizações Civis de defesa do consumidor”, concluiu Bozzella.


Na mesma votação, foram rejeitados os projetos de lei 1687/20, da deputada Erika Kokay (PT-DF), e 1700/20, da deputada Edna Henrique (PSDB-PB), que tratam de assunto semelhante e tramitam apensados à proposta de Paulo Pimenta.


Fonte: Agência Câmara de Notícias

Senadores defendem fortalecimento do SUS e do Plano Nacional de Imunização

                              

O fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Plano Nacional de Imunização (PNI) foi defendido pelos senadores da Comissão Temporária da Covid-19 nesta segunda-feira (9) em audiência pública. Eles demonstraram preocupação com possível alteração da Lei 14.125, de 2021, prevista no PL 948/2021, aprovado pela Câmara dos Deputados em 7 de abril, e que agora está sob análise no Senado. Esse projeto facilita a compra e a aplicação de vacinas contra o coronavírus por empresas privadas. Para o relator da comissão, senador Wellington Fagundes (PL-MT), mais importante do que elaborar e mudar regras é fortalecer o sistema público de saúde. 


De acordo com a Lei 14.125, as empresas privadas já estão autorizadas a adquirir diretamente as vacinas contra a covid-19, desde que todas as doses sejam integralmente doadas ao SUS e utilizadas no PNI. Após a vacinação dos grupos prioritários, as empresas podem administrar metade das vacinas. Ainda assim, com uma exigência: a aplicação deve ser gratuita. O projeto aprovado pela Câmara pretende mudar essas regras. Metade das doses adquiridas por empresas particulares poderia ser usada imediatamente para imunizar empregados, cooperados, associados e outros trabalhadores que lhe prestem serviços. A proposição também autoriza que pessoas jurídicas sem fins lucrativos apliquem vacinas em associados ou cooperados. 


Wellington observou que o problema na aquisição das vacinas pelo Brasil não ocorreu por falta de dinheiro do governo, mas por não haver disponibilidade do produto em todo o mundo. Ele comentou que “95% dos brasileiros desejam ser imunizados” e que o PNI tem todas as condições para controlar esse processo de vacinação. 


— Fortalecer o SUS é o grande caminho. Com a possibilidade de produção e com as vacinas já desenvolvidas por fábricas brasileiras, as teremos em quantidade suficiente para todos e ainda ajudar outros países — ponderou. 



Autora do requerimento para a audiência pública na comissão, a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) disse que o objetivo do debate pedido por ela ainda em abril era impedir a aprovação do PL 948, quando o texto tramitava na Câmara. A preocupação da parlamentar é o projeto possa atrapalhar o SUS e o PNI, privilegiar grandes empresas e, assim, prejudicar a maioria da população. 


Eliziane disse que o Brasil já não ocupa posição privilegiada no ranking da vacinação, mas ressaltou que o PNI considera princípios como os da proporcionalidade e da equidade na distribuição das vacinas. Para a senadora, o projeto “vem contra essa universalidade e não será mais colocado na ordem do dia”. 


Fonte: Agência Senado

Pernambuco confirma 100 novos casos de Covid-19, menor número desde novembro, e mais 12 mortes


 Pernambuco confirmou, nesta segunda-feira (9), mais 100 casos e 12 mortes de pacientes com o novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), com os novos registros, o estado passou a totalizar 595.942 confirmações. Este foi o menor número de confirmações diárias desde o dia 2 de novembro, quando houve 62 registros.O dia em que os casos são confirmados não são necessariamente a data em que os pacientes fizeram testes para detectar a Covid-19, devido ao tempo de processamento dos exames. A SES informou que, dos novos casos confirmados nesta segunda, 22 (22%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).


Os casos graves registrados desde março de 2020 totalizam 52.583. Essas ocorrências são de pessoas que precisaram ser internadas ou que morreram com a Covid. Os casos leves confirmados nesta segunda são 78 (78% do total). Nesses casos, as pessoas não precisam ser internadas, são assintomáticas ou descobrem terem sido contaminadas após curadas, por meio de exames sorológicos. Desde a chegada da pandemia ao estado, houve 543.359 ocorrências do tipo. As 12 mortes confirmadas nesta segunda ocorreram entre o dia 30 de março deste ano e o sábado (7), mas somente agora foram confirmadas. "Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde", disse o governo, por meio de nota.

Suplente de vereador da cidade de Araçoiaba adere o projeto do pré-candidato a deputado estadual Dr. Valdi Sales.

terça-feira, 3 de agosto de 2021

 

O médico do povo, Dr. Valdi Sales tem debatido muito com lideranças, a atual situação que o Brasil está passando e ao mesmo tempo procurando encontrar respostas e cobrando das autoridades, melhores e amplos projetos para que possam ajudar o povo, em um momento tão difícil como esse.

Na cidade de Araçoiaba, o pré-candidato a deputado estadual Valdi Sales firmou mais um apoio ao seu projeto conhecido fortemente como, Mais Saúde e Educação Para Todos. O suplente de vereador pelo partido PP, Neguinho da  Combi, assim relatou que é um prazer está ao lado de Valdi Sales para as eleições próximas .”Seguiremos juntos ao lado de quem realmente trabalha pelo povo pernambucano e estamos confiante”, finalizou o suplente. Neguinho da  Combi  no mesmo dia trouxe três novas lideranças para a conjectura política, onde segundo os mesmos serão expandidos ainda mais a representação para Valdi Sales na região.


                             

 

Últimas Postagens

Facebook

Arquivo do blog

Visualizações de página