Aeroporto do Recife segue como o maior do Nordeste em fevereiro

sexta-feira, 7 de maio de 2021


 A retomada do Turismo de Pernambuco segue em curso em 2021. Mesmo com a suspensão do Carnaval neste ano como medida para mitigar os efeitos da Covid-19, o mês de fevereiro tem previsão de bons resultados para o Aeroporto Internacional dos Guararapes - Gilberto Freyre. A expectativa para a malha aérea de fevereiro é de 4.624 voos, entre pousos e decolagens, no terminal da capital pernambucana, gerando uma média diária de 165 operações. Os dados são da Anac e foram tabulados em pesquisa feita pela Unidade de Estudos e Pesquisas da Empetur.

A comparação com outras capitais de destaque no Nordeste mostra que o Recife segue na liderança. Em segundo no ranking, aparece Salvador (BA), com 126 voos, entre pousos e decolagens de média diária, enquanto Fortaleza (CE) ocupa a terceira posição, com 70.  “A posição de topo onde se encontra o Turismo de Pernambuco é fruto de muito trabalho integrado entre o Governo do Estado, companhias aéreas, integrantes do trade e, claro, os turistas que enxergam Pernambuco como um destino acolhedor, ainda mais em épocas de alta estação como agora, no verão. Em paralelo, ações como o Passaporte Pernambuco geram maior afeição entre o público e os destinos do Estado a serem descobertos”, salienta o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

O Aeroporto do Recife, para este mês de fevereiro, conta com a liberação da Anac para operar 33 destinos, sendo 31 nacionais e dois internacionais - embora ambos estejam suspensos pelos países que os operam. Os voos são para as cidades de Aracaju, Belém, Brasília, Campina Grande, Caruaru, Confins, Cuiabá, Fernando de Noronha, Fortaleza, Goiânia, Ilhéus, João Pessoa, Juazeiro do Norte, Maceió, Manaus, Natal, Palmas, Petrolina, Porto Alegre, Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), Salvador, São Luís, São Paulo (Campinas, Congonhas, Guarulhos, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto), Serra Talhada, Teresina e Uberlândia.


Com relação às rotas internacionais, o governo português interrompeu todos os voos do Brasil ao País até 15 de fevereiro. Já o Cabo Verde, que conta com ligação direta do Recife à Ilha do Sal entre as autorizadas, não tem data prevista de retorno. Ambas suspensões são devido à pandemia da Covid-19.  

Últimas Postagens

Facebook

Arquivo do blog

Visualizações de página