À Custódia da Terra Santa, a igreja de São João Batista

sexta-feira, 20 de novembro de 2020


 “Lugares para rezar e meditar" é o objetivo dos trabalhos de recuperação de uma área até hoje bloqueada pela presença de minas antipessoais desde a guerra de 1967. A igreja de São João Batista encontra-se às margens do Jordão onde Jesus recebeu o batismo, nos próximos meses será acessível aos peregrinos

Tiziana Campisi – Vatican News

A igreja de São João Batista, na região de Qasr Al-Yahud, o lugar onde Jesus foi batizado - nas margens do rio Jordão - foi confiada novamente à Custódia da Terra Santa. Na localidade encontra-se também um mosteiro, e o complexo não era acessível desde 1967 por ter sido transformado um campo minado por causa da guerra. Em seguida tornou-se uma zona militar fechada.

Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página