A fé na mulher de três anos e nove meses de mandato e apenas 3 meses de trabalho.

sábado, 10 de outubro de 2020

 

O eleitorado de Surubim pela primeira vez na historia vai participar de um pleito que não é polarizado, ou seja, com apenas dois candidatos com possibilidade de vencer as eleições municipais. Nomes como professor Adenilson Lopes, Dr. Alex Fernando, Dr. Valdi Sales , Túlio Vieira, Flávio Nóbrega e Ana Célia de Farias estão escritos no processo de escolha. Pode ter certeza que esse pleito será com grande representação em votos nulos e brancos, de uma população no geral desacreditada dos termos  da política, ou seja, a arte de governar virou jogo de interesses dos grupos tradicionais do município, onde até mesmo os números do COVID-19 voltam a crescer e muitas pessoas acham que são imunes a morte, seguindo essas carretas e aglomerações.

 

Mas o que de fato dizer sobre a gestão da atual prefeita de Surubim PSB. É óbvio que ninguém pode dizer que a cidade não está recebendo obras no momento, é visível até encontrar projetos de adversários, que registraram essas ideias  em seus programas de governo e a gestora aderiu a ideia. Ótimo! quem ganha é o povo de Surubim. A pergunta que anda nos bastidores da política municipal é a seguinte. ´Por que agora?, Só nesse momento faltando três meses para as eleições, resolve a gestão PSB  tirar o pano dos olhos e encarar os problemas municipais. Enquanto o centro desfruta de obras as periferias clamam pelo olhar da gestão, já que em três anos e sete meses não foram visto um secretario andado pelos bairros.

Não é de hoje que sustentamos que a gestora não tem plano de governo municipal, não tem pessoas de sua confiança, que conheçam as periferias, caminhem nos bairros da cidade, tenham diálogo com os mais necessitados. Aquele ditado que a gestora falava, que almejava um secretariado técnico não surtiu efeito, pelo contrario, onde até vereadores da base da gestora, na plenária  chamou alguns deles de “secretários dos rico”. É bom relatar por onde anda o projeto da instalação do polo presencial da universidade ? .Cadê a tão sonhada UPE ?, que tanto clamaram que  a instalação seria prego batido e ponta virada, não esquecendo que o deputado Lucas Ramos agora responde pela secretaria que coordena a Universidade Estadual de Pernambuco, ou seja, está faltando empenho e dedicação e fé pelo povo da cidade.

Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página