Com a oposição dividida em Vertente do Lério, Renato Sales pode ganhar vantagem.

sexta-feira, 17 de julho de 2020



Não é comum em cidade nenhuma do Brasil, um gestor abandonar o vice faltando menos de cinco meses para a campanha sem nenhuma briga, tipo assim do nada, e o que é ainda mais grave que isso foi feito para fazer uma soma de algo que era somado a sua gestão. Fábio França é secretario de Renato Sales, onde realiza um excelente trabalho, mas deixar Nado de Tina uma liderança que refletia diálogo e a própria gestão de Renato, sem margem de dúvida foi um tiro no pé do próprio governo. No mundo da política tem de tudo, e o excesso de confiança podemos dizer que extrapola barreiras. Imagina se o gestor e sua esposa tem conhecimento, que depois da saída de Nado de tina, seu grupo ficou inseguro, acredito que eles devem está perguntando, quem será o próximo a ser excluído?, e muito antes disso estão na calada da noite na cidade de Surubim, debatendo o assunto. Welita Sales pode ter muitas surpresas antes do pleito, devido ela auxiliar seu marido nas governanças, acredito que ela não sabe mesmo a conjuntura política que vem debatendo o assunto, lideranças que na parte do dia falam" estou como você, já na parte da noite, estou pensando em mim".

Em vertente do Lério  existem três pré- candidatos ao pleito no momento, Renato Sales atual gestor, o empresário Dão da Lavanderia líder da oposição e o ex-prefeito Daniel. Esse dois ultimo já tiveram um encontro para debater uma possível aliança, mas que não foi firmado nada, faltou engajamento e ao mesmo tempo jogaram essa conversa para um pouco mais na frente. Essa aliança vigando sem margem de dúvida o duvidoso e inseguro  grupo de Renato Sales vai tomar um rumo para oposição, já que uma das principais preocupação é se a oposição realmente vai formar uma base apenas.

Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página