Brasileiros começam a testar vacina chinesa nesta segunda

segunda-feira, 20 de julho de 2020



Nesta segunda-feira (20), voluntários de seis estados brasileiros vão receber doses teste da vacina popularizada como 'CoronaVac', do laboratório chinês Sinovac. A operação é liderada pelo Instituto Butantan, em São Paulo, que não divulgou quantas pessoas vão participar da primeira testagem, mas pretende utilizar o imunizante em cerca de nove mil candidatos, ao todo.

Sem a participação de estados do Norte e Nordeste, os voluntários desta primeira fase residem em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. A seleção feita por pesquisadores prioriza profissionais da Saúde devido à rotina de alta exposição à Covid-19.Metade dos voluntários receberão a vacina e a outra parte ficará com um placebo. Após um mês da dosagem, a reação de cada grupo será analisada. Esta é a terceira fase da CoronaVac. Nas etapas anteriores, cerca de mil chineses receberam o imunizante, que apresentou 90% de eficácia durante 14 dias, sem grandes efeitos colaterais.

O contrato entre o governo de São Paulo e o Sinovac estipula que o laboratório repasse 60 milhões de doses ao Instituto Butantan, que já realiza adaptações em sua fábrica para produzir 100 milhões de doses, caso a eficiência seja comprovada. A meta é oferecer a imunização por meio do Sistema único de Saúde (SES), no início de 2021.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página