Em Surubim: Três pré-candidatos disputam eleitorado evangélico.

terça-feira, 10 de março de 2020




Política é a atividade desempenhada pelo cidadão, quando exerce seus direitos em assuntos públicos, através da sua opinião e do seu voto. Não é comum ela envolver lideranças  em vários seguimentos da sociedade , surgindo também os evangélicos, que nos anos atuais tem crescido muito a relação de templos e política.

Na cidade de Surubim, três grandes lideranças aparecem como pré-candidatos na disputa por uma cadeira casa Euclides Mota. Em primeiro lugar citamos o ex-vereador e secretário Irmão Carlos Roberto, que desfruta de uma vasta experiência política, membro da Igreja Assembleia de Deus, como também esteve presente na organização de dois governos anteriores. Atualmente ele apoia o partido Republicano -10, Dr. Flávio Nóbrega.


Em Segundo Plano vem o vereador Itamar Lira, também adorador da Assembleia de Deus, apoiado  pela gestão Socialista PSB-40, que define Ana Célia como a melhor opção para governar Surubim. Como também, o popular Bé da Vila está na disputa, que caminha também ao lado da gestão atual Socialista, que tem forte influência na Igreja Universal .Também existe outros nomes de grande relevância que, buscam expressão de votos na cidade no meio evangélico, como Geraldo do Bolo, Irmão Davino, Salatiel, Jô da Vila.


A Assembleia de Deus é uma igreja com muitas dissidências e muitas divisões internas, segunda a revista Veja e por isso não é possível nela estabelecer hierarquicamente os candidatos oficiais. Na Universal, como o poder é nacional, tem uma sede hierarquizada que consegue controlar a instituição, candidaturas independentes não acontecem. Até porque os parlamentares que foram eleitos com esse apoio institucional e que na segunda legislatura tentaram se candidatar de forma independente não ganharam as eleições.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página