A força política dos "Chaparral" que causa desconforto ao governo Paulo Câmara .

segunda-feira, 30 de março de 2020




       Depois de uma gestão bem avaliada no município de Orobó trazendo obras expressivas, Chaparral começa a levar seu modelo de gestão para todo o Agreste Setentrional, causando desconforto no governo estadual Socialista PSB. Buscando aquele, um aliado de primeira linha, o senador Fernando Bezerra, onde através deste, consegue inúmeros investimentos para Orobó e cidade vizinhas, recebe a missão para influenciar toda a política regional. Depois do distanciamento e enfraquecimento  das duas forças regionais, o ex-deputado Nilton Mota e Danilo Cabral, ficou bem mais fácil de ocupar esse espaço deixado.

Não podemos esquecer a articulação de Chaparral, que deixou sua esposa, muito bem avaliada no Agreste Setentrional e nos dias de hoje, Juliana Chaparral, vem em uma pré-campanha muito sedimentada no município de Casinhas. O prefeito de Orobó também tem firmado base no município de Surubim trazendo para sua esfera de influência política, o ex- prefeito Flávio Nóbrega, este filiado no Partido Republicano, forçando uma saída e ruptura deste com o grupo Socialista de Surubim.

Tentando intimidar Cleber Chaparral, o socialismo Estadual de Pernambuco PSB, influenciou  uma cooptação de meia dúzia de vereadores de Orobó e João Alfredo. Manobra essa, que também já ocorreu no sertão pernambucano este ano, mas que em menos de dois meses, já houve o descumprimentos de acordos com os vereadores, e eles voltaram às bases regionais. Esperam-se manobras políticas mais fortes e incisivas nos próximos dias. Há a construção de um embate de titãs nos próximos meses no Agreste. Assim a democracia fica mais fortalecida e a região volta a crescer, com excelentes gestores ocupando as prefeituras desses municípios.

Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página