MPPE investiga diárias pagas pela Câmara de Lagoa de Itaenga

terça-feira, 21 de janeiro de 2020



O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio da Promotoria de Justiça de Lagoa de Itaenga, está coletando documentos, informações e depoimentos sobre valores pagos em diárias a servidores, assessores e vereadores do município. Nos últimos dias, o assunto tem sido um dos mais comentados na cidade. Nessa segunda-feira (13), a promotoria convocou parlamentares e funcionários para uma audiência. A nossa reportagem coletou a informação de que uma denúncia chegou ao MPPE dando conta de que os valores das diárias foram utilizados de forma indevida.

Entramos em contato com a assessoria de Comunicação do MPPE para saber o resultado da audiência e os futuros encaminhamentos. Em resposta, a assessoria informou que não conseguiu contato com a promotoria, mas nesta quarta-feira (15) deverá ter um posicionamento. De acordo com o Tribunal de Contas do Estado (Portal Tome Conta), a Câmara de Vereadores de Lagoa de Itaenga fechou 2019 com R$ 84 mil pagos em diárias. O valor supera os dois anos anteriores: R$ 60 mil gastos em 2018 e R$ 49 mil em 2017.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página