Justiça mantém condenação de Miguel Barbosa por corrupção eleitoral

domingo, 26 de janeiro de 2020


O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) manteve a condenação do ex-prefeito de Bom Jardim, Jonathas Miguel Arruda Barbosa (PP), numa ação penal de crime eleitoral praticado nas eleições de 2014 (Processo: 21-98.2017.6.17.0033). No período, o progressista ocupava o cargo de prefeito do município. O processo traz na pauta denúncias de corrupção eleitoral com utilização indevida de recursos públicos.

O julgamento do recurso apresentado pela defesa do ex-prefeito ocorreu no último dia 22 de janeiro, mas acabou negado, por unanimidade, pelos membros do Tribunal. Na condenação, os desembargadores eleitorais determinaram que a pena privativa de liberdade e multa fosse substituída por pena restritiva de direitos e multa. Com esta decisão, Miguel ficará inelegível pelo período de oito anos. O ex-prefeito, que é pré-candidato para as eleições deste ano, ainda pode recorrer da decisão.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página