Governo de Pernambuco capacita profissionais para atuar em novo programa estadual para crianças com deficiência

quarta-feira, 15 de maio de 2019


A Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) dá mais um passo na consolidação do programa Olhar para as Diferenças, que tem a previsão de lançamento no segundo semestre deste ano. Nesta terça e quarta-feira, profissionais dos 13 municípios que compõe a VI Gerência Regional de Saúde (Geres) do Estado, no Sertão do Moxotó, participaram, em Arcoverde, da primeira rodada de capacitações do programa.  

O grupo de cerca de 150 pessoas, que reúne profissionais das redes municipais de Buíque, Custódia, Ibimirim Inajá, Jatobá, Manari, Pedra, Petrolândia, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga, Venturosa e Arcoverde, participou de palestras sobre temas em torno da primeira infância e oficinas que detalharam como serão executadas as atividades do programa, que busca consolidar e sistematizar ações intersetoriais que garantam o acesso das crianças com deficiências e transtornos à rede de assistência social, saúde e educação.

O secretário estadual da SDSCJ, Sileno Guedes, explica que a escolha de iniciar as atividades do Olhar para as Diferenças nesses 13 municípios faz parte de um mapeamento territorial e da análise de índices de crianças com deficiências registrados no Estado. “Haverá uma experiência inicial nesta região seguindo uma metodologia elaborada sob uma perspectiva transversal, onde vamos unir os conhecimentos e experiências dos profissionais das secretarias de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude,  Educação e Saúde, além das parcerias com órgãos e entidades não governamentais. A ideia é que haja uma atuação intersetorial que assegure o acesso das crianças com deficiências às ações dessas três secretarias”, pontua.

A capacitação dos profissionais foi acompanhada pela secretária-executiva de Gestão, Hélida Campos, e ministrada pelo gerente de Políticas para Criança, Macdouglas de Oliveira, coordenadora do programa, Flávia Veras, da SDSCJ, além de representantes da Secretaria Estadual de Educação (SEE), Saúde (SES) e equipe do Centro de Formação de Servidores de Pernambuco (CEFOSPE).

Este é o primeiro encontro de uma rodada de três processos de qualificação. Macdouglas de Oliveira explica que a capacitação foi dividida em temas em torno das três áreas que dão sustentação ao programa. “As oficinas do segundo dia, por exemplo, trabalharam na parte da educação o desenvolvimento da estimulação de crianças de 0 a 6 anos. Já na saúde, foram pontuados estudos de caso na perspectiva de reabilitação e acompanhamento do desenvolvimento das crianças com deficiência. Na assistência, discutimos o desenvolvimento infantil, a relação do brincar, o fortalecimento afetivo e a intersetorialidade do Sistema de Garantia de Direitos”, detalha o gerente.

Entenda o programa

O Olhar para as Diferenças foi idealizado na perspectiva de acompanhar e fomentar políticas públicas para as crianças com deficiência de 0 a 6 anos, considerando a primeira infância como a fase em que a criança desenvolve os aspectos físicos, motores e afetivos, ou seja, aquisição de linguagem, pensamento, raciocínio lógico e aperfeiçoamento de suas emoções e sentimentos. O programa é coordenado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, através da executiva de Políticas para Criança e Juventude (Sepcj).
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página