Maia avalia que capitalização individual na reforma da Previdência não será aprovada

quarta-feira, 3 de abril de 2019


No texto encaminhado pelo governo, cada trabalhador terá uma conta individual na qual depositará suas contribuições e que também poderá receber contribuições dos empregadores. Maia sugeriu um sistema híbrido, que garanta uma renda mínima de até cinco ou seis salários mínimos. O sistema atual é de repartição, ou seja, independentemente do que foi contribuído, o trabalhador recebe o que foi definido em lei para o seu caso.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página