Temer é um bandido, dispara Guilherme Boulos

sexta-feira, 22 de março de 2019



Sem meias palavras, o líder nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) Guilherme Boulos (PSOL) comentou, nesta quinta-feira (21), a prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB) como parte de uma ação de desdobramento da operação Lava Jato. "Temer é um bandido, que já deveria estar preso há tempos", observou, em publicação no Twitter. 

Ex-candidato à Presidência da República pelo PSOL, Boulos fez comparações do que chamou de "provas contundentes" contra Michel Temer e "meras convicções", como os aliados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também preso e já condenado pela Lava Jato, classificam os argumentos da sentença contra o petista.

No microblog, o líder psolista ainda ressalta: "esperamos apenas que sua prisão não sirva para fortalecer xerifes de toga, que se consideram acima da lei, nem pra desviar da crise do desgoverno de Bolsonaro".

A prisão contra Michel Temer foi expedida pelo juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro. O ex-presidente foi detido, contudo, em São Paulo e deve ser encaminhado ainda hoje para a capital fluminense. Ao justificar o mandado de prisão, Bretas diz que Temer "é o líder de uma organização criminosa". 
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página