Talíria Petrone apresenta projeto que cria o Dia Nacional das Defensoras e Defensores de Direitos Humanos

sexta-feira, 1 de março de 2019


Talíria Petrone protocolou nesta quarta-feira, 27, em conjunto com a bancada do PSOL na Câmara dos Deputados, um projeto que institui o 14 de março como o Dia Nacional das Defensoras e Defensores dos Direitos Humanos.

Para ler o projeto na íntegra, clique aqui.

A data escolhida é uma homenagem a Marielle Franco, que teve a sua trajetória marcada pela defesa intransigente dos direitos humanos e em 14 de março do ano passado foi assassinada. O projeto tem como objetivo reafirmar a defesa dos que lutam contra as opressões.

O Brasil é o país com o maior índice de assassinatos de defensores dos direitos humanos no mundo. A organização Global Witness catalogou 207 ativistas mortos em cerca de 22 países, destes 57 foram no Brasil. De acordo com a Comissão Pastoral da Terra (CPT), em 2017 foram 71 homicídios relacionados a conflitos fundiários em áreas rurais.

“Em defesa da democracia brasileira, não podemos calar nenhuma voz. A liberdade de expressão e de luta por direitos são direitos fundamentais de todas as brasileiras e brasileiros, que jamais podem ser silenciados, ameaçados ou mortos por atuarem em defesa dos valores nos quais acreditam e dedicam sua vida”, afirma a deputada.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página