Plenário aprova criação de frente para acompanhar situação da bacia leiteira

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019


O Plenário da Alepe aprovou, nesta quinta (7), a criação da Frente Parlamentar da Bacia Leiteira de Pernambuco. O colegiado terá como objetivo propor medidas que melhorem a situação dos produtores de leite, diminuindo os custos com o rebanho e aumentando o valor produto para a venda. O requerimento, que estava na Ordem do Dia, foi apresentado pelo deputado Claudiano Martins Filho (PP).

Além do autor do pedido, que coordenará o grupo, foram indicados como membros efetivos os deputados Roberta Arraes (PP), Fabrizio Ferraz (PHS), Clovis Paiva (PP), Henrique Queiroz Filho (PR) e Aglailson Victor (PSB). Quando a proposição foi submetida ao Plenário, os deputados Antonio Fernando (PSC) e Priscila Krause (DEM) se somaram ao colegiado.

O requerimento cita a seca prolongada que castiga a bacia leiteira no Estado, causando queda na produção e redução do rebanho. Também afirma que, apesar de as chuvas animarem os produtores, a perspectiva de melhora não se concretizou e, atualmente, o setor enfrenta uma realidade que combina preço do leite barato e alto custo da matéria-prima para o gado.

“Com aproximadamente 60 municípios pernambucanos em situação de emergência, produtores aguardam as chuvas. No entanto, as previsões não são animadoras. É possível que o Nordeste continue enfrentando dificuldades com as estiagens ainda neste ano. Levantamentos da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (Sara) apontam que, com a seca, estão sendo perdidos milhares de litros de leite diariamente”, enfatiza o texto.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página