Pai é acusado de estuprar filha em Caruaru.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019


Segundo as autoridades policiais e também os psicólogos, conceitos e pensamentos estão mudando a respeito de um assunto: o abuso sexual. Quem é vítima tem encontrado cada vez mais coragem e meios de denunciar e dar um basta a esse tipo de crime. A vontade de sair de um cenário de violência fez uma jovem ter coragem e denunciar o agressor, neste caso, o próprio pai.

"A primeira vez que ele abusou realmente foi com cinco anos. Quando minha mãe se separou dele, ela trabalhava viajando e deixava a gente com ele. E eu me acordei de madrugada com ele fazendo sexo oral em mim. Na minha cabeça era uma coisa normal porque ele sempre dizia que era uma coisa mais normal entre pai e filha. Com dez anos, foi que eu comecei a recusar e ele, com raiva, foi e fez o estupro realmente com 11 anos", falou a jovem que não quis se identificar.

O pai da jovem está preso desde 2017. Ela não se arrepende de ter denunciado e dado um fim nos abusos cometidos dentro da própria casa. "Uma pessoa que você acha, assim, que está protegendo é o verdadeiro monstro que está maltratando, tem que perder o medo", ressaltou.

Fonte : G1
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página