Cidades do agreste e sertão estão na mira do Tribunal de contas PE.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019


Mesmo com diversas recomendações do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), várias prefeituras continuam excedendo o limite de gastos com a folha de pagamento de pessoal.
O novo relatório apresentando, que diz respeito ao último quadrimestre de 2018 (entre setembro e dezembro) aponta que Taquaritinga do Norte, Santa Cruz do Capibaribe e Brejo da Madre de Deus estão entre os municípios que desrespeitam a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

As prefeituras podem investir até 54% da receita corrente líquida com folha de pagamento. No entanto, Taquaritinga do Norte chegou a usar 57,03% da receita com a folha de pessoal, durante o período indicado. Santa Cruz do Capibaribe alcançou 60,76% e Brejo da Madre de Deus ainda mais, chegando a 77,19%.Os dados mostram que Brejo aumentou seus gastos com pessoal, em relação ao quadrimestre anterior, quando havia gasto 75,34% no quesito, entre maio e agosto de 2018. Santa Cruz do Capibaribe não conseguiu reduzir em relação ao quadrimestre anterior e teve ainda um leve aumento. Entre maio e agosto havia sido gasto 60,51%.

Já Taquaritinga do Norte teve uma leve redução. Entre maio e agosto gastou 60,95%, na sua despesa com pessoal. Já os regulares Os municípios de Vertentes e Toritama estão dentro do limite apontado na LRF. O primeiro gasta 50,72%. Já a Capital do Jeans ficou em 53,08%.
Os dados de Jataúba, referentes ao último quadrimestre de 2018, ainda não foram divulgados. Entre os meses de maio e agosto, Jataúba ficou a baixo

Informações de Ney Lima
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página