Após reforço muscular, Augusto diz que se sente mais forte e seguro no Santa Cruz

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019



Após um ano de críticas, Augusto começa 2019 com confiança. Pelo menos do treinador Leston Júnior, que o banca no time titular neste início de temporada. Inclusive, ele deve começar jogando na estreia coral na Copa do Nordeste, às 21h30 (do Recife) do dia 15, contra o Botafogo-PB, no Estádio Almeidão. Não é só a titularidade que faz o atacante diferente. Ele se sente mudado. E isso graças a um trabalho de reforço muscular feito desde o ano passado.

- De diferente, eu posso dizer que foi esse trabalho que eu fiz de fortalecimento muscular para evitar lesões. Eu sinto meu corpo melhor e mais forte. Espero dar continuidade no trabalho e continuar fazendo o fortalecimento para que isso me ajude a fazer uma boa temporada.

Desde o fim de 2018, Augusto reveza os treinamentos no campo com trabalhos na academia em caixas de areia. Ele foi o autor do gol do Santa Cruz no empate de 1 a 1 no amistoso contra o Treze-PB, na última terça-feira. Depois da partida, o técnico Leston Júnior elogiou o jogador e destacou o trabalho físico que é pensado não só para ele, como também para o meia Hericles.

- Eu acredito que essa liberdade, de me mexer mais no campo, me ajuda um pouco. Não só a mim, mas à equipe. E isso facilita o trabalho. Começar marcando é bom, importante para dar confiança. Queríamos a vitória, mas o empate está de bom tamanho porque foi nosso primeiro amistoso. E o Treze vinha com mais tempo de amistosos, mais encaixados. Acho que foi bom, estamos em processo de encaixe, alguns detalhes que faltam, mas vamos fortes no dia 15.

O atacante de 27 anos está no seu último ano de contrato com o Santa Cruz. Ele foi contratado em 2017 após se destacar no Campinense-PB. E acredita que, depois de tantas críticas e altos e baixos, pode voltar a render um futebol parecido com o que apresentou na Raposa.

- Tem como retornar, sim. Eu particularmente sei do que eu posso render. E como eu falei, desde quando eu cheguei, fui atrapalhado por inúmeras situações e eu quero que esse ano seja diferente. Foram mais de oito lesões, isso que me atrapalhou.

Fonte : Globo Esportes.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página