Governo de PE faz reconhecimento público de policiais da Força-Tarefa Bancos

segunda-feira, 19 de novembro de 2018


O governador em exercício, Eriberto Medeiros, recebeu, nesta quarta-feira (14.11), no Palácio do Campo das Princesas, policiais civis e militares responsáveis por ações exitosas em operações da Força-Tarefa (FT) Bancos. Na primeira delas, dia 19 de outubro, a Polícia Militar conseguiu capturar integrantes da quadrilha que explodiu duas agências bancárias em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste Setentrional. Na segunda, ocorrida no último sábado (10.11), denominada Operação Benfica, foi um trabalho conjunto entre as Polícias Civil e Federal, evitando um assalto a carro-forte que fazia o abastecimento de caixas eletrônicos em um supermercado, na Zona Oeste do Recife.

“Um momento que julgamos muito importante para o Governo e para toda a sociedade de reconhecimento pelo serviço prestado com bastante êxito pelas nossas forças policiais. Sabemos que é importante reconhecer, mas também que precisamos continuar investindo e valorizando os nossos profissionais da segurança pública, como o ex-governador Eduardo Campos fez e como o governador Paulo Câmara vem fazendo. Investindo em promoções, novos concursos, reforma e criação de novas delegacias, aquisição de novas viaturas, entre outras medidas que demonstram a preocupação do Governo de Pernambuco com essa importante área”, destacou Eriberto Medeiros.

O ato de reconhecimento público foi uma homenagem ao trabalho dos policias e da FT Bancos, operação integrada entre as Polícias Militar, Civil e Federal, sob a coordenação da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE). “Essas operações bem sucedidas são frutos de investimento em inteligência, técnica policial e integração. E a Força-Tarefa Bancos, reformulada em agosto de 2017, com a inclusão de diversos órgãos de segurança e representantes das instituições bancárias, tem tido um papel fundamental no combate a essas investidas em Pernambuco, contribuindo para a diminuição geral do índice de Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs)”, avaliou o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua. 

A Operação Benfica foi realizada com sucesso, garantindo a segurança dos frequentadores do local. Foram apreendidos dois veículos roubados, uma ambulância que teria sido roubada para facilitar a fuga dos criminosos, e cinco armas de fogo. Os sete homens passaram por audiência de custódia e foram encaminhados ao Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (COTEL).

“A corporação agradece esse reconhecimento e homenagem, principalmente pelo trabalho exitoso que vem realizando o Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (DEPATRI), que mais uma vez desarticulou uma organização criminosa interestadual de ações contra agências bancárias e carro-forte”, salientou o chefe da Polícia Civil, o delegado Joselito Amaral. 

Já o confronto em Santa Cruz do Capibaribe resultou na captura de três bandidos, recuperação de dois carros que eram usados pela quadrilha, além de um saco com dinheiro roubado dos bancos, explosivos, um fuzil e pistolas. Atuaram no caso, policiais do 24º Batalhão, do 1º Batalhão Integrado Especializado (BIEsp), do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI) e do Grupamento Tático Aéreo. 

“O reconhecimento é uma das coisas mais importantes para nós, policiais. Eu não tenho dúvidas. A corporação arrisca a vida todos os dias nas ruas, em confrontos, e é sempre muito gratificante quando reconhecem o nosso esforço, a nossa dedicação por um Pernambuco cada vez mais seguro para todos”, frisou o comandante geral em exercício da PMPE, coronel André Cavalcanti.

QUEDA DOS ÍNDICES - Outubro passado foi o 14º mês seguido em que as estatísticas de roubos foram reduzidas em relação ao mesmo mês do ano precedente. A queda foi de 22,3%, comparando-se com as 8.970 queixas de outubro de 2017. No total dos 10 meses de 2018, a diferença é de - 23,33% em relação ao período equivalente do ano anterior. Se em 2017 a soma de janeiro a outubro ultrapassava a casa das 100.000 ocorrências de CVP no Estado, com 104.043 queixas registradas, em 2018 reduziu-se o índice para 79.771 casos de roubo (diferença, para menos, foi de 24.272 ocorrências).

Também participaram da solenidade, o chefe da Casa Militar de Pernambuco, coronel Eduardo Pereira; o secretário executivo da Casa Civil, Gustavo Negromonte; além dos deputados estaduais Alberto Feitosa, Eduíno Brito, Joel da Harpa, Sérgio Leite, José Mauricio, Claudiano Martins Filho; e o deputado eleito Fabrízio Ferraz.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página