Marina Silva declara apoio a Haddad

segunda-feira, 22 de outubro de 2018


Duas semanas após dizer que seria oposição qualquer que fosse o próximo presidente eleito, a ex-senadora Marina Silva (Rede) declarou nesta segunda-feira apoio ao candidato Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições. Apesar do apoio, a ex-ministra fez duras críticas aos dirigentes do PT. Em texto duro, Marina também faz críticas a dirigentes petistas que, segundo ela, "construíram um projeto de poder pelo poder, pouco afeito à alternância democrática", que infla realizações e não reconhece erros. E termina dizendo que a candidatura petista "pelo menos" "não prega a extinção dos direitos dos índios, a discriminação das minorias, a repressão aos movimentos, o aviltamento ainda maior das mulheres, negros e pobres". A nota termina declarando voto crítico e reafirma que seu partido será oposição em qualquer resultado Marina Silva, que obteve mais de 22 milhões de votos como terceira colocada na eleição presidencial de 2014, terminou o primeiro turno deste ano em oitavo lugar, com pouco mais de um milhão. A Rede terá  em 2019 uma deputada federal e cinco senadores no Congresso.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página