LGBT Socialista tem 15 candidatos a deputado estadual e federal

segunda-feira, 1 de outubro de 2018


O segmento LGBT Socialista tem 15 candidatos a deputado distrital, estadual e federal em 12 estados, além do Distrito Federal. Desse total, duas candidaturas são de mulheres trans. A assistente social Paula Benett, 38 anos, concorre a uma vaga na Câmara Legislativa do DF. Já a estudante de Engenharia Têxtil, Renata Branco, de 35 anos é candidata a deputada federal no Paraná. Integrante da Executiva Nacional do PSB e secretária nacional do segmento, Tathiane Araújo, destaca o avanço das candidaturas LGBTI no partido e no país.

Segundo dados da Aliança Nacional LGBTI+, ONG de defesa dos direitos humanos e cidadania da comunidade LGBTI+, 90 candidaturas para deputados estaduais, federais e senadores foram registradas na plataforma da organização. O número de candidatas e candidatos trans também bateu recorde neste ano. Treze candidatos transexuais concorrerão a cargos de deputado federal, estadual e ao Senado, segundo dados da entidade. O número representa mais que o dobro do levantamento de 2014, quando apenas seis pessoas trans se candidataram.

Tathiane chama a atenção para a necessidade de ampliação da representatividade no Congresso Nacional e nas assembleias estaduais. No atual mandato, dos 513 deputados federais e 81 senadores eleitos em 2014 para o Congresso Nacional, apenas um deputado é assumidamente gay. Neste ano, os candidatos que se identificam como LGBT registrados na Aliança Nacional LGBTI+ representam 1% dos 8.207 candidatos que pediram o registro de candidatura no Tribunal Superior Eleitoral.
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook