PM de Alagoas baleada em assalto na Mata Sul de Pernambuco tem estado de saúde grave, diz hospital

segunda-feira, 26 de março de 2018



A policial militar de Alagoas baleada em um assalto na PE-073, rodovia entre Rio Formoso e Sirinhaém, na Mata Sul do estado, encontra-se em estado grave, porém estável, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Dom Hélder Câmara, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.

O boletim de saúde, divulgado nesta segunda-feira (26), aponta que a PM Jaiane Rose Pereira Ribeiro, de 26 anos, perdeu dois dedos da mão esquerda e teve perda parcial de dois dedos da mão direita.

Ela deu entrada na unidade de saúde às 22h do domingo (25) e passou por cirurgia para drenagem no tórax. Segundo o Batalhão de Maragogi, ela levou um tiro no peito de espingarda 12 e dois nas mãos.

Segundo a polícia, Jaiane trabalha no batalhão de Maragogi (AL), mas mora na cidade de Gameleira, na Mata Sul de Pernambuco. Ela tinha viajado para Maceió com o marido na sua caminhonete para fazer a prova do concurso do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL).

Na viagem de volta para casa, a caminhonete foi fechada na estrada por bandidos que, ao verem os documentos, descobriram que se tratava de uma policial. O marido da policial não foi ferido.

PM de Alagoas
O comandante-geral da Policia Militar de Alagoas, coronel Marcos Sampaio, divulgou nesta segunda-feira (26) uma nota em que lamenta o ocorrido com a policial alagoana Jaiane Rose Ribeiro.

"Não descansaremos enquanto não identificarmos e prendermos esses monstros que atentaram contra a vida de uma jovem mulher cumpridora da lei, que arrisca sua vida para proteger a sociedade. E que em tão pouco tempo de polícia é vítima da covardia de bandidos. Com a ajuda dos irmãos pernambucanos, chegaremos o mais breve possível a eles", diz trecho do texto.

Fonte;G1
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página