Pavimentação da rua Severino Clemente de Arruda e outras melhorias são solicitada pelo Nailton Lima.

sábado, 30 de setembro de 2017



O vereador Nailton Lima, solicitou da prefeita Ana Célia de Farias (PSB ), e do secretário de Obras e Controle Urbano Carlos Maurício, a pavimentação da rua Severino Clemente de Arruda, localizada no centro de Surubim.

Também foi solicitado pelo vereador em plenária na casa Euclides Mota, melhorias no campo de futebol do Lério , Gancho do Galo e Doquinhas com objetivo de construir vestuários ,banheiros e iluminação.

Pernambuco precisa de mais protagonismo, diz Armando


Em solenidade na Casa de Duarte Coelho, na noite da sexta-feira (29), o senador Armando Monteiro (PTB-PE) recebeu o Título de Cidadão de Igarassu. A cerimônia, que lotou o plenário da Câmara Municipal, ocorreu em comemoração aos 482 anos da cidade. A proposição da homenagem ao líder petebista foi do vereador Izaque Leite (PTB). Em seu discurso de agradecimento, Armando destacou que Igarassu é uma fonte de inspiração para Pernambuco e defendeu que o Estado retome o protagonismo nacional, sempre presente em sua história.

"Nós temos que, a partir da história de Igarassu, entender a dimensão dos desafios de Pernambuco. Nosso Estado vive tempos desafiadores. Pernambuco, que deu exemplos ao País, construiu as mais belas páginas da história do Brasil e foi berço de movimentos libertários. Mas Pernambuco precisa ter mais protagonismo. Estamos todos desafiados, a partir dessa história de Igarassu, a buscar inspiração para que Pernambuco possa ser conduzido a um novo patamar de crescimento e desenvolvimento”, assinalou Armando Monteiro. 

O senador Armando Monteiro destacou ainda que Pernambuco está desafiado a dar respostas a problemas que hoje inquietam toda a população, como na questão da segurança pública.

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), presente ao evento, concordou que o Estado necessita de maior protagonismo nacional. “Fico contente de ver nas palavras do senador Armando Monteiro que nós nos encontramos no mesmo caminho com a compreensão das necessidades que os pernambucanos precisam. Dois são os pontos mais importantes para forjar a nossa vida: um, a segurança de nossas vidas. E outro, devolver a Pernambuco o seu tamanho, a sua história, a sua economia e o respeito na política nacional”, frisou.

DESAFIOS – Ao ressaltar a importância histórica de Igarassu para Pernambuco, Armando destacou que o município está desafiado a vencer situações que impactam em seu crescimento. O petebista enfatizou que a gestão do prefeito Mário Ricardo (PTB) – um dos agraciados com a Medalha Duarte Coelho – vem dando curso a uma série de iniciativas que responderão aos desafios postos à cidade. “Igarassu está desafiado a promover a economia, ampliar o bem-estar social e garantir a cidadania. O prefeito Mário Ricardo tem dado curso a uma série de ações inovadoras, que ajudarão o município a enfrentar os desafios”, afirmou.

Na solenidade, conduzida pelo presidente da Câmara de Vereadores, Elvis Henrique (PSDB), além do ministro Bruno Araújo e do prefeito Mário Ricardo, estiveram presentes os deputados federais Jorge Côrte Real (PTB) e Silvio Costa (Avante) e os deputados estaduais José Humberto Cavalcanti (PTB), Silvio Costa Filho (PRB), Bispo Ossésio (PRB), Antônio Moraes (PSDB) - agraciado com título de cidadão -, Guilherme Uchoa (PDT) - homenageado com medalha -, Priscila Krause (DEM) e Socorro Pimentel (PSL), bem como prefeitos, vereadores e lideranças do Litoral Norte.

Projeto OdontoSesc É Inaugurado Em Surubim


Sempre procurando ampliar e melhorar os serviços de saúde do município, a Prefeitura de Surubim, numa parceira com o SESC,  trouxe para a cidade o OdontoSesc, que vai beneficiar a população com serviços odontológicos. A inauguração do projeto em Surubim aconteceu nesta sexta-feira (29), na  Av. Marilda Arruda Guerra, 170 (na UPA do bairro do Coqueiro).

 A carreta OdontoSesc irá passar 60 dias no município, promovendo o atendimento odontológico e ações educativas de prevenção da saúde bucal  para as pessoas que forem encaminhadas pelo município para atendimento. A unidade conta com quatro consultórios, sala de raio-X, central de esterilização e escovódromo.

 Durante o evento de inauguração, a prefeita Ana Célia ressaltou a importância da parceria com o Sesc e de receber o projeto que oportunizará tratamento odontológico gratuito para mais de dois mil munícipes. “Esta é uma parceria muito importante e estamos muito felizes em poder garantir a assinatura desse convênio com o Sesc", frisou.

 O secretário de Saúde, Aguinaildo Lima, disse que o projeto vem para contribuir com as demandas da Secretaria. “É uma grande satisfação poder contar com a unidade do Sesc em Surubim. A Secretaria de Saúde vai atuar em parceria para que todos os interessados sejam atendidos da melhor forma possível”, destacou.

 Os horários de atendimento serão de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h. Os interessados devem procurar qualquer posto de saúde do município para fazer o agendamento. Entre os procedimentos que podem ser realizados estão: restauração, remoção de tártaros, polimento, pequenas cirurgias orais e aplicação de flúor.

Foto: Alian Aragão

Transposição do Rio São Francisco: obra do Ramal de Entremontes preocupa deputados

sexta-feira, 29 de setembro de 2017


Parte do conjunto de obras que integra a Transposição do Rio São Francisco, a construção do Ramal de Entremontes foi tema de audiência pública realizada nesta sexta (29) pela Frente Parlamentar em Defesa da Engenharia, Agronomia e Tecnologia. Com a missão de levar água para vários municípios do Sertão pernambucano que enfrentam os efeitos da seca, o ramal ainda não saiu do papel. Diante da importância do empreendimento para a região, um novo debate será realizado em Ouricuri (Sertão do Araripe).

O projeto prevê a construção de uma estação de bombeamento, seis aquedutos, 14 pontes, 200 quilômetros de estrada lateral e de um túnel com 1.300 metros. Inicialmente definida em 10m³/segundo, a vazão de água será de 25m³/seg. Políticos da região estimam que mais de 40 mil hectares passarão a ser irrigados com a conclusão do Ramal de Entremontes.

“A obra é a esperança hídrica da região. O debate constante com as entidades responsáveis e com os representantes do povo do Sertão servirá para garantir um cronograma de ações e de cobranças”, declarou o deputado Eduíno Brito (PP), que coordena a frente. Na avaliação do parlamentar, o empreendimento é fundamental para a perenização de diversos rios e riachos daquela área.

Representando o Ministério da Integração Nacional, Thiago Portela destacou que a execução do Ramal de Entremontes enfrenta dois entraves: “a questão orçamentária do Governo Federal e a pendente aprovação, pela Agência Nacional de Águas (ANA), do aumento da vazão em relação ao projeto inicial”. “Orçamento e projeto existem”, garantiu.

Da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Guilherme Almeida observou que coube ao órgão a elaboração de projetos de irrigação a partir do ramal, que devem levar água a 20 mil hectares, beneficiando cerca de 120 mil famílias. “Apesar de terem sido iniciados, os estudos estão paralisados desde julho de 2015, por falta de recursos, ainda que haja dotação orçamentária suficiente.” Ao todo, são três projetos – Parnamirim, Arapuá e Urimamã – que, quando retomados, ainda demorarão aproximadamente um ano para serem concluídos. Fernando Lobo, da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), reforçou que “o Estado tem sofrido com a falta de liberação de recursos”.

O deputado federal Sílvio Costa (Avante/PE) também participou do debate. Na análise dele, “somente com força política, a obra será realizada”. Nesse sentido, sugeriu o agendamento de uma reunião entre os congressistas pernambucanos e o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho. “A hora é agora, já que estamos discutindo o Orçamento no Congresso Nacional”, chamou atenção.

A importância da força política também foi destacada pela deputada Socorro Pimentel (PSL), que solicitou a realização, no Sertão, de uma nova audiência pública sobre o tema. “A distância em relação ao Recife torna difícil a participação do povo sertanejo nessa discussão tão importante. Precisamos ouvir essas pessoas, que não aguentam mais sofrer com a seca”, argumentou.

No entendimento da parlamentar, “o contingenciamento financeiro não pode ser um empecilho para a construção do ramal nem para colocar a obra em terceiro ou quarto plano”. Pimentel também pediu apoio dos quatro ministros pernambucanos – Bruno Araújo, Fernando Filho, Mendonça Filho e Raul Jungmann – no diálogo com Barbalho.

O deputado Rodrigo Novaes (PSD) fez uma análise histórica das ações para enfrentamento da seca. Declarando-se “crítico contumaz” da atuação da Codevasf, frisou que a distribuição dos recursos tem sido desigual. “Enquanto Petrolina consegue fazer tudo, outros municípios têm dificuldade de furar um poço”, apontou. Afirmou, ainda, que já solicitou à companhia informações sobre a divisão dos investimentos no Sertão do São Francisco. Apesar de não estar presente na audiência, devido a compromisso com a Frente Parlamentar em Defesa da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), o deputado Lucas Ramos (PSB) enviou mensagem manifestando preocupação com o futuro das águas da transposição e cobrando celeridade na execução da obra.

Vereadores da região também expuseram incômodo com o atraso. “Terra Nova foi o município que mais sofreu com a transposição e ainda não viu retorno”, assegurou José Edivaldo, conhecido como Bado, vereador da cidade localizada no Sertão Central. Já Cícero Coelho, de Ouricuri, alegou que “a região mais seca de Pernambuco não está sendo beneficiada com as águas da transposição”.

De Parnamirim (Sertão Central), José Newton resumiu a importância do empreendimento, pontuando que “não existirá Sertão sem o ramal”. Na avaliação do prefeito desse município, Tácio Pontes, “a obra é fundamental, inclusive, para que o País saia da crise, já que, com água, a região conseguirá produzir mais, gerando emprego e renda para quem precisa”.

Comissão de Cidadania discute gratificação para policiais civis e militares nesta segunda (2)


A Comissão de Cidadania da Alepe realiza audiência pública, nesta segunda (2), para debater o mérito do Projeto de Lei nº 1596/2017, do Poder Executivo, que trata da Gratificação Pacto pela Vida (GPPV) para policiais civis e militares em Pernambuco. O encontro foi solicitado pelo presidente do colegiado, deputado Edilson Silva (PSOL).

A decisão do Governo de suprimir a premiação de policiais por apreensão de maconha será um dos principais assuntos em discussão. “A política de guerra às drogas em todo o mundo é uma guerra perdida. O Governo do Estado acertou ao retirar o ‘componente maconha’ daquelas drogas que irão incentivar o trabalho dos policiais civis e militares mediante gratificação”, afirma Silva.

O parlamentar, que compõe a bancada de Oposição, também elogia o Executivo por ter encaminhado o projeto de lei à Alepe. “É muito importante que isso não esteja sendo decidido por meio de decreto do Governo.”

Confirmaram presença integrantes do Coletivo Antiproibicionista Livre, da Liga Cannábica, do Fórum Popular de Segurança Pública, do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente, além do relator do projeto na Comissão de Justiça, deputado Antônio Moraes (PSDB), e do deputado Joel da Harpa (PODE), que apresentou emenda à matéria.

Limoeiro promove Semana Municipal da Pessoa com Deficiência


Na tarde desta sexta-feira (29), ocorreu o encerramento da Semana Municipal da Pessoa com Deficiência promovendo ações sociais, de trânsito, saúde e artes. O evento, realizado na Praça da Bandeira, contou com a grande parcela da população, das escolas municipais, de grupos de música e dança em parceria com a Secretaria de Educação e Espores e a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania. A iniciativa é inédita na região tendo a primeira gestão municipal com intérpretes em libra.

Durante cinco dias, estiveram na programação o Chá de Inclusão com a Roda de Conversa "Afago e Afeto", o "Fórum de Inclusão" com estudantes, professores e sociedade civil, uma palestra com a temática "Políticas Públicas - Uma abordagem aos direitos da Pessoa com Deficiência", ministrada pela Subdefensora Cível de Recife, Geovana Drumond e, por fim, a Caminhada da Inclusão.

O secretário de Educação e Esportes acredita que, apesar de toda dificuldade nacional, a prefeitura disse SIM à inclusão e contratou intérpretes para que as crianças saíssem do silêncio e tivessem acesso ao conhecimento. "É gratificante ter profissionais com deficiências físicas vivendo com dignidade  e essencial levantarmos esta bandeira. Nossa cidade avançou muito nesse aspecto e nossas escolas têm condições de oferecer suporte para crianças especiais”, afirma.

A conscientização do cidadão para buscar seus direitos e da gestão para identificar essa demanda são os dois pontos que a Semana Municipal da Pessoa com Deficiência podem trazer para sociedade, acredita o Coordenador de Apoio à Pessoa com Deficiência. "A principal mensagem que podemos passar é que SIM, NÓS PODEMOS. O SIM da Inclusão, o SIM da satisfação dos profissionais que trabalham com este público. Nós sabemos que existe uma indiferença que precisa ser superada e quando vemos esses potenciais sendo desenvolvidos, vemos a possibilidade e a esperança de que essa luta não é vã, tem um propósito e esse momento está perto do ápice da política de inclusão que queremos desenvolver na cidade".

Mais obras: Até o fim deste ano, um grupo será reunido para detectar por toda a cidade, nas áreas de maior fluxo e movimentação, as necessidades de adequação. A ação será realizada com pessoas com deficiência e em conjunto com a sociedade.

Caravana faz aumentar acervo de ex-presidente


O acervo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aumentou sensivelmente depois da caravana de 22 dias pelos nove estados nordestinos em agosto e setembro. Lula recebeu homenagens e presentes que vão desde quatro títulos de doutor honoris causa (clique aqui para ver todos) a camisetas, potes de mel, chapéus de vaqueiro e lembranças de valor afetivo.

Todos esses presentes são guardados e catalogados pelo Instituto Lula, responsável pela organização do acervo do ex-presidente Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gravou um vídeo na terça-feira (26) agradecendo pelos presentes recebidos durante a caravana Lula Pelo Brasil no Nordeste. "Estou muito feliz e preparado para começar outra caravana", que deve começar no final de outubro em Minas Gerais.

"Eu vou guardar cada coisa, cada título de honoris causa, cada diploma de cidadão honorário de uma cidade, a imagem do padre Cícero, uma caneca, um carro de boi, uma carranca... pra mim tudo isso tem um valor que não se mede em dinheiro, se mede em coração", disse o ex-presidente.

"Na verdade, [] faz parte da história do meu partido, faz parte da história do do povo brasileiro, faz parte da história da minha vida. Então é isso que eu quero guardar com muito carinho".

Nilton Mota assume Casa Civil

quinta-feira, 28 de setembro de 2017


O então secretário de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, Nilton Mota, passa a assumir a Casa Civil. Esta última secretaria tinha como titular Antônio Figueira, que vai para a chefia da Assessoria Especial do governador Paulo Câmara.Tal cargo era ocupado pelo advogado José Neto, que assume a Secretaria Executiva da Casa Civil. Além disso, o ex-presidente da Empresa Municipal de Informática (Emprel) Wellington Batista entra no governo estadual para comandar a Secretaria da Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco.

Nilton Mota deixa secretaria de agricultura, PDT indica Wellington Batista.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017


A indicação do PDT para a Secretaria de Agricultura é Wellington Batista (foto), que é membro da executiva estadual do partido, presidiu a Empresa Municipal de Informática (Emprel) por quatro anos na gestão João da Costa e foi vereador de Caruaru. É pessoa da confiança dos Queiroz. No Estado, o PDT é presidido por Wolney Queiroz.

Como demos em primeira mão na coluna desta terça-feira (26), o PDT assume a Secretaria de Agricultura na quinta, data da posse. Ainda nesta terça, a coluna apurou que a transição já foi realizada.

A pasta de Agricultura, hoje comandada por Nilton Mota (PSB), inclui cinco órgãos: Ipa, Prorual, Adagro, Iterpe e Ceasa. Os nomes que comandarão cada um já estão cotados, mas ainda serão levados à mesa com o governador Paulo Câmara. (Folha Política)

Ação policial no Grande Recife provoca afastamento de prefeito, dois secretários e quatro servidores


Prefeito Bruno Pereira, de São Lourenço da Mata, no Grande Recife, dois secretários municipais e quatro servidores da administração municipal foram afastados dos cargos, nesta terça-feira (26), durante a "Operação Tupinambá", deflagrada pela Polícia Civil. Durante a ação, que investiga um grupo suspeito de desvio de bens e recursos públicos, foram encontrados, na casa do chefe do Executivo, R$ 23 mil em espécie. (Veja vídeo acima).

De acordo com o chefe da Polícia Civil, Joselito Amaral, além dos sete afastados, duas pessoas foram presas por porte ilegal de arma, durante o cumprimento dos 14 mandados de busca e apreensão domiciliar. A operação aconteceu nas cidades do Recife, São Lourenço, Camaragibe, também na Região Metropolitana, além de Caruaru e Bezerros, no Agreste."Essa é, na verdade, uma fase da investigação, que começou há três meses. Foram afastados, além do prefeito, os secretários de Finanças e Saúde. Os outros afastados são ligados a essas duas pastas. Ainda não temos provas o suficiente para pedir o indiciamento. As pessoas foram afastadas por tempo indeterminado para não interferir nas investigações", disse Joselito.

De acordo com a Polícia Civil, a partir desta terça, os alvos estão proibidos de ter acesso à administração municipal. A determinação está prevista em uma medida cautelar expedida pelo desembargador Odilon de Oliveira Neto, do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).rocurada pelo G1, a assessoria de comunicação da Prefeitura de São Lourenço da Mata informou que o prefeito Bruno Pereira não se encontra na cidade e que o vice-prefeito do município, José Gabriel Neto, vai assumir o cargo. Por meio de nota, o prefeito Bruno Pereira afirmou que irá se pronunciar em relação à Operação Tupinambá quando seus advogados tiverem acesso aos autos do inquérito penal.

Do G1

Sesc Ler Surubim promove espetáculos de dança e teatro gratuitamente


Na perspectiva de resgatar grupos de dança da cidade, o Sesc Ler Surubim realiza mais uma edição do projeto Conexões Culturais contemplando essa expressão artística. Nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, das 19h às 22h, no Sport Club Surubim, seis grupos de dança se apresentam com coreografias baseadas no tema memórias. Além das apresentações das equipes do município de Surubim, a companhia de Dança de Petrolina “Qualquer um dos 2” apresenta os espetáculos “Para Sempre Teu” e “Caio” e ministra uma oficina, no sábado e no domingo, das 13h às 16h, no mesmo local.

 O público poderá conferir toda a programação gratuitamente em uma ação integrada de fomento e incentivo à cultura da região. Após as apresentações, as equipes que participaram da ação farão um intercâmbio de experiências. Os grupos das escolas do Sesc irão receber os grupas das outras instituições em uma conexão cultural que atende à principal proposta do projeto. Para o professor II de Artes do Sesc Ler Surubim, Igor Alexandre, que coordena o projeto, a abordagem da dança é fundamental para que o Conexões Culturais seja cada vez mais abrangente dentro do universo das artes, estimulando a discussão e o fazer artístico.


“A produção de cultura está ligada, essencialmente, à prática, à vivência, ao produto das relações sociais e ao seu reflexo, enquanto manifestação de uma visão de mundo. Conteúdos culturais são produzidos a todo o momento e das mais variadas formas. Individualmente ou não, eles caracterizam aquilo que é legitimamente parte e resultado do coletivo”, enfatizou Igor Alexandre.



Serviço – Projeto Conexões Culturais
Data: 30 de setembro e 1º de outubro
Horário: 20hàs 22h
Local: Sport Club Surubim - Rua Antonio, nº 38, Centro
Inscrições: gratuito

NOTA DO PTB - São Lourenço da Mata


A direção estadual do PTB informa que tomou conhecimento através da imprensa, nesta terça-feira (26), da Operação “Tupinambá”, deflagrada em São Lourenço da Mata. O partido manifesta confiança de que o prefeito Bruno Pereira, no momento oportuno, vai prestar todos os esclarecimentos junto às autoridades, tão logo o prefeito e sua defesa tenham acesso aos autos da investigação por parte dos órgãos competentes.

José Humberto Cavalcanti
Presidente Estadual do PTB-PE

Deputado apela para que ministro recue sobre privatização da Chesf


Em apelo ao ministro Fernando Filho (Minas e Energia), o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Chesf, Danilo Cabral (PSB), pediu que o governo, assim como aconteceu com a extinção da Reserva Nacional do Cobre e Associados (Renca), reveja a privatização da Eletrobrás, especialmente da Companhia Hidrelétrica do São Francisco.

"Que o recuo no caso da Renca, fruto da ausência de diálogo, sirva de exemplo no debate da Chesf. Se não dialogar, a força do povo vai fazer você recuar novamente. Não manche sua biografia colocando sua digital na venda do São Francisco”, declarou Danilo Cabral durante audiência pública realizada nesta terça-feira (26) na Câmara dos Deputados, com a presença do ministro. 

Para o parlamentar, a revogação do decreto da Renca, publicada no Diário Oficial da União hoje, é a síntese do que pode ocorrer com a proposta de venda do sistema energético do País. “É consenso entre os parlamentares que esse debate precisa ser aprofundado, que o governo precisa dialogar com a sociedade. Não se vende um patrimônio nacional dessa forma, sem a participação dos brasileiros”, criticou. 

Danilo Cabral ressaltou que o debate sobre a privatização da Eletrobrás é suprapartidário, inclusive com a posição contrária à proposta de integrantes da base governista. Ele lembrou que a Frente Parlamentar em Defesa da Chesf conta com a participação de mais de 200 deputados, todos buscando atender os interesses do Brasil e lutando pela soberania do País. E destacou que a mobilização popular contra a venda da Companhia está crescendo, com eventos e ações em todos os estados, inclusive com apoio dos nove governadores do Nordeste que já se posicionaram contra o governo. 

Foto: Chico Ferreira

Senado aprova parecer de Armando criando fundo eleitora


Depois de intensas negociações, desde a semana passada, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) teve seu parecer criando o Fundo Especial de Financiamento de Campanha aprovado na noite desta terça-feira (26), pelo plenário do Senado. O fundo será formado pelos recursos da compensação fiscal dada às emissoras de televisão e rádio pela veiculação de propaganda partidária, que será extinta, e por 30% do valor das emendas das bancadas parlamentares na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

O projeto segue à votação da Câmara dos Deputados e tem de ser sancionado até o próximo dia 6 para valer no pleito do próximo ano. Armando estima que os recursos do Fundo ficarão entre R$ 1,5 bilhão e R$ 1,7 bilhão, quando, nas eleições de 2014, nas quais era permitido o uso de recursos privados, os gastos declarados dos candidatos superaram R$ 6 bilhões, em valores atuais.

Armando assegurou que a destinação de 30% das emendas de bancadas não reduzirá as verbas dos parlamentares à saúde e educação. “A Emenda Constitucional do teto das despesas garantiu o piso de gastos para a saúde e educação. Assim, nenhuma lei poderia colocar em risco   os valores destinados às duas finalidades. As emendas de bancadas voltadas à educação e saúde podem até reforçar os orçamentos das duas áreas, mas nunca os reduzir”, assinala o senador, em seu parecer. 

“Se não destinássemos recursos para as eleições claramente identificados e sem ônus adicional aos contribuintes, como estabelece este projeto, estaríamos incentivando o uso de recursos obscuros e clandestinos”, enfatizou Armando Monteiro. Lembrou que o STF (Supremo Tribunal Federal) proibiu o uso de recursos privados nas eleições.

O parecer de Armando, elogiado, entre outros, pelos senadores Humberto Costa (PT-PE), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Romero Jucá (PMDB-RR), determina que 30% das verbas do fundo serão distribuídos equitativamente entre todos os candidatos de um partido. Determina, também, que 49% do Fundo será distribuído de acordo com a proporção das cadeiras obtidas na Câmara dos Deputados na última eleição; 34% entre os partidos da Câmara de acordo com a composição atual e 15% conforme a posição vigente no Senado.

Secretaria Executiva de Indústria e Comércio inicia o Projeto Ideia


Na noite da última terça-feira (26) a Secretaria Executiva de Indústria e Comércio deu início às aulas do Projeto Ideia para 30 microempreendedores de Limoeiro que começará um curso gratuito de Gestão de Negócios em Doces e Salgados para Festas. Estiveram presentes o vice-prefeito Marcelo Motta, o presidente da pasta, Wellington Vasconcelos e a representante da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação de Pernambuco, Irenilda Ramos.

Irenilda Ramos frisou que esse tipo de ação é um avanço para a cidade. “Esse evento é muito importante para o município, especialmente em um momento de crise que estamos vivendo. O Projeto Ideia terá uma carga horária de 52 horas, contemplando a parte de gestão, que terá 12 horas e a parte prática que terá 40 horas”, pontuou a representante.

De acordo com Wellington Vasconcelos, o foco principal do projeto é o sucesso nas vendas dos participantes. “O nosso grande objetivo é capacitar e profissionalizar os microempreendedores da nossa cidade. Serão cinco semanas de conhecimento e a nossa secretaria estará de portas abertas para tirar as dúvidas existentes sobre as aulas”, salientou.

Por fim, Marcelo Motta destacou o empenho da gestão municipal na qualificação dos empreendedores locais. “Nosso governo está sempre estimulando os microempreendedores da nossa cidade, nós acreditamos na capacidade deles. Além disso, é importante a formalização que, além de custar pouco, deixará todos com os direitos trabalhistas assegurados”, ressaltou.

As aulas são nas segundas, terças e quartas, das 18h às 22h e os empreendedores receberam um certificado de conclusão de curso estando com, no mínimo, 75% da carga horária completa.

Campanha da Assepra oferece serviços gratuitos durante Jornada de Saúde

sábado, 23 de setembro de 2017


A Associação dos Servidores da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (Assepra) realizará, entre os dias 25 e 29 de setembro, a 12ª Jornada de Saúde. Exames preventivos de câncer, glicemia e colo do útero, além de uma palestra com a Dra. Valéria Monteiro, sobre alimentação saudável no auditório da associação, estão na programação da jornada, que é aberta ao público.

O objetivo da ação é melhorar a qualidade de vida dos funcionários e da comunidade, com a oferta de serviços gratuitos, a serem realizados na sede da Assepra, localizada na Avenida Caxangá, Nº 2200, dentro do Parque de Exposição de Animais do Cordeiro. No decorrer de todo período, serão realizados 200 exames, sendo 40 por dia, com atendimento das 8h às 12h. 

Os serviços preventivos de câncer de colo do útero, aferição de pressão e teste de glicemia vão ocorrer nos dias 26 e 28. Haverá também a presença de profissionais da Fundação Altino Ventura com exames oftalmológicos, durante os três dias da jornada.

Para participar, será necessário preencher uma ficha e pegar uma senha, que serão distribuídas por ordem de chegada, levar o cartão do SUS, comprovante de residência e algum documento com foto. O atendimento é gratuito.

Nailton parabeniza organização da semana Cultural de Surubim.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017



O vereador Nailton Lima PSB, parabenizou todos os envolvidos pela realização da Semana Cultural em Surubim e pela comemoração do Centenário dos Sem Anos de Chacrinha. “ É gratificante observar que a cultura do nosso município está sendo resgatada, principalmente valorizando tudo aquilo que reflete a história de Surubim”,destacou o vereador.

O comunicador José Abelardo Barbosa de Medeiros, nascido em Surubins em 30 de setembro de 1917, foi homenageado pelo canal Viva com o especial “Chacrinha, o eterno guerreiro”, realizado em parceria com a Rede Globo (na TV aberta, a atração foi exibida em 6 de setembro). Com direção artística de Rafael Dragaud e direção geral de Daniela Gleiser, a atração foi estrelada por Stepan Nercessian, que enverga o Velho Guerreiro desde 2014 no espetáculo “Chacrinha, a musica. Nailton do jucá também solicitou ao secretário de agricultura do estado de pernambuco Nilton Mota, a reforma da ponte que liga as comunidades de Chã do Marinheiro e Lagoas Novas.



                                      

PSOL exige explicações sobre general que afirmou existir plano para intervenção militar


O PSOL atuou nesta terça-feira (19/09) para cobrar explicações, no âmbito do Ministério da Defesa, para a fala do General da ativa Antonio Mourão, que afirmou que as Forças Armadas podem “impor solução” para a crise política nacional.

O militar é Secretário de Economia e Finanças do Exército e sua afirmação, amplamente divulgada na mídia, foi feita em palestra na última sexta-feira (15/09). Ele disse, ainda, que existe um “plano” para isso e que o alto comando do Exército compartilha de suas ideias.

Diante da gravidade desta manifestação, foi protocolado, por iniciativa dos deputados Ivan Valente e Jean Wyllys, um Requerimento de convocação do Ministro da Defesa Raul Jungmann, com base no art. 50 da Constituição Federal.

Além disso, a bancada do PSOL protocolou, também, um requerimento de informação ao Ministro, para que ele dê explicações sobre o suposto plano.

O objetivo da convocação é obter esclarecimentos sobre quais providências serão tomadas pelo Ministério da Defesa para punir o oficial em questão, de acordo com a legislação em vigor, bem como sobre quais iniciativas ocorrerão para coibir e impedir outras manifestações similares vindas de integrantes das Forças Armadas.

Ivan Valente e Jean Wyllys entendem que o Ministro deve expor na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, sua compreensão a respeito dos limites constitucionais e democráticos e o papel das Forças Armadas, e que apresente as atitudes que serão tomadas com relação às declarações do Sr. Secretário de Economia e Finanças do Exército.

Advogado deixa defesa de Temer por conflito ético com Funaro


O advogado Antonio Claudio Mariz de Oliveira decidiu nesta sexta-feira deixar a defesa do presidente Michel Temer (PMDB) frente à nova denúncia que tramita na Câmara dos Deputados. Ele já advogou, no passado, para o operador Lúcio Funaro, que em sua delação comprometeu o presidente com acusações de corrupção. “Eu permaneço como advogado pessoal dele [Temer], mas não posso defendê-lo nesse caso, porque já defendi o Funaro. E eu acredito que eticamente seja conflitante, uma vez que a delação dele é uma das que embasam a denúncia”, afirmou a VEJA.

Mariz disse que Michel Temer ainda não definiu quem será seu advogado em relação à acusação apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), mas que ele se comprometeu a sugerir uma lista de nomes ao presidente, da qual deve sair o novo defensor. Durante a tramitação da primeira denúncia feita pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot, Antonio Mariz fez sustentações orais na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e no plenário da Câmara, proporcionando argumentos jurídicos para os parlamentares que estavam decididos a defender Temer.

Questionado, ele disse que não atuou em favor de Lúcio Funaro em nenhum processo específico, mas dando consultoria ao operador no início das investigações contra ele, entre 2014 e 2015. Apontado como uma espécie de ‘banqueiro informal’ do PMDB, Funaro foi preso em julho de 2016 e, em sua colaboração, acusou o presidente de receber e intermediar propinas, conforme antecipou VEJA há duas semanas.

As declarações do operador foram utilizadas pela PGR para corroborar a tese da existência de uma “organização criminosa” do PMDB da Câmara, que teria Temer como líder. Na peça apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) e remetida à Câmara dos Deputados, Janot afirma que o grupo aumentou suas atividades ilícitas após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e a ascensão de Temer à Presidência.

O presidente não tem prazo para definir um novo advogado. No entanto, com a chegada da acusação ao Congresso, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) deve determinar a notificação dele sobre a denúncia, passando a contar um prazo de dez sessões para que Temer apresente a sua defesa. Ele pode fazer a sustentação oral na CCJ pessoalmente ou através de seu novo defensor.

Humberto articula fim do veto de Temer ao audiovisual com artistas e presidentes da Câmara e Senado


Depois da articulação feita pelo líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), junto com cineastas e profissionais do audiovisual para derrubar o veto de Michel Temer (PMDB) à proposta que prorrogava incentivos fiscais ao setor até 2019, o presidente da República em exercício, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), declararam que irão trabalhar pelo fim do veto.

A matéria foi incluída na pauta da sessão do Congresso Nacional da próxima terça-feira (26). Os dois presidentes e o líder do Governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), que foram procurados por Humberto e pela comitiva que representou o audiovisual nesta terça-feira (19), reconheceram que Temer errou ao vetar o projeto – aprovado por unanimidade na Câmara e no Senado Federal.

“Foi um dia de muita luta aqui em Brasília em favor do audiovisual do nosso país. O veto, que significa o encerramento dos benefícios em dezembro deste ano, é um ataque fatal e direto a uma atividade cultural de fundamental interesse para o país, que tantos frutos positivos vem dando ao Brasil nos últimos anos”, afirmou Humberto.

Humberto rodou pelo Congresso e pelo Planalto acompanhado dos cineastas Jean-claude Bernardet, Marina Person, Cláudio Assis, Antonio Pitanga, Sara Silveira, Dandara Ferreira, Paulo Miklos, entre outros.

O senador ressaltou que os benefícios assegurados ao audiovisual não são nada perto do que o setor tem devolvido aos brasileiros em empregos, mais de 250 mil por ano, além de muita criatividade, qualidade de produção e de expressão artística.

O parlamentar explicou que o veto afeta diretamente o Regime Especial de Tributação para Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica (Recine), que tem por motivação estimular os investimentos na implantação de novas salas de cinema.

“De 2012 até o final de 2016, mais de mil salas de cinema foram implantadas no país, quase todas com projetos credenciados para os benefícios do Recine”, observou. O líder da Oposição acredita que não é só uma questão de justiça ao audiovisual, mas, também, um gesto importante em favor da educação e da cultura, mais necessário do que nunca em um momento como o atual.

“Então, pelo bem do cinema brasileiro, pelo bem da arte, pelo fim dos tempos sombrios, vamos derrubar esse veto e devolver ao setor de audiovisual o estímulo de que ele precisa para seguir dando ao Brasil o orgulho que vem nos oferecendo nos últimos anos”, finalizou.

Segurança Pública foi o foco principal da assembleia extraordinária realizada na Amupe



Com uma participação bem expressiva dos gestores públicos, a assembleia extraordinária realizada pela Amupe, hoje pela manhã(19/09), focou todos os esforços na questão da Segurança Pública e o Projeto de Lei Ordinária de autoria do deputado Aluísio Lessa em que destina 10% dos recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM) para a segurança pública. De acordo com o parlamentar, a medida visa fazer com que os municípios deem a sua parcela de contribuição no combate à violência em Pernambuco.

Aluísio Lessa explica que o Projeto de Lei destinará os recursos para serem utilizados em ações preventivas de combate à violência, como a melhoria de iluminação pública; instalação de câmeras de segurança; equipar as guardas municipais, com equipamentos como teaser e cassetete.
O projeto prevê ainda que as cidades que desejarem receber esse percentual precisam aderir ao pacto pela vida, programa do Governo de Pernambuco que, há 10 anos, tem reduzido o número de homicídios no Estado.

A maioria dos prefeitos apoiou a matéria, porém  eles querem mais celeridade na liberação dos recursos do FEM. Participaram da mesa o secretário de Defesa Social Antônio de Pádua, os deputados estaduais Aluisio Lessa, José Maurício Cavalcanti, Eduardo Gonçalves, diretor da CNM, o prefeito Vavá Rufino, o Coronel Júlio Cezar Costa, Debora Almeida, diretora executiva da Amupe e secretária da mulher e José Patriota presidente da instituição.Não faltaram reclamações dos gestores quanto a situação crítica que os municípios estão passando e para conter a criminalidade e o tráfico de drogas, muitos deles estão fazendo o que podem para coibir tanta violência, mas querem que o Governo faça a sua parte.                                                               

 O secretário da SDS Antônio de Pádua, destacou as ações, demandas e dados do programa do Pacto Pela Vida do Governo Estadual, falaou da sua importância e  mostrou estratégias que a secretaria vem realizando no combate ao crime e  como os prefeitos podem fazer para dar mais segurança aos cidadãos, inclusive com ferramentas  e aplicativos para coibir ações  criminosas.
 Por parte dos prefeitos foram apresentadas algumas ações que já estão dando sinais de mais tranquilidade para a população como é o caso de Moreno, onde o prefeito Vavá Rufino implantou o “Moreno em Ordem” coordenado pelo Cel. Júlio Cézar Costa, consultor de Ordem Pública e Segurança.
 O prefeito explicou os conceitos do “Moreno em Ordem” e enfatizou a importância da participação dos diversos segmentos sociais para o êxito do programa. O gestor destacou também a importância do envolvimento dos órgãos de segurança e instituições como o Ministério Público e o Poder Judiciário. Vavá explicou que a população exige dos gestores municipais ações que contribuam para redução da violência. “O Programa Moreno em Ordem é constituído 3 elementos: salubridade, segurança e tranquilidade. São pontos em que os municípios podem atuar e contribuir para a cultura de paz”, disse o prefeito.á o prefeito de Tabira, vem investindo em Câmaras de segurança com centro de monitoramento tanto na cidade como nas escolas, equipou a guarda municipal para fazer o patrulhamento e contratou patrulha sobre rodas (carro e motos).

A prefeita de Lagoa do Carro, Judite Botafogo, disse que diante do caos na segurança do seu município, mesmo sem condições adotou algumas medidas como melhoria na  iluminação  pública, contratou patrulha de motos, criou a diretoria de segurança pública, mas ressaltou que o custo é muito alto e o município não tem como continuar custeando. A prefeita gostou do projeto do Deputado Aluisio Lessa mas disse que o Estado não está fazendo a sua parte. Se o Governo liberar o FEM pelo menos para a segurança já é uma grande ajuda.

O prefeito de Itapetim Adelmo Moura, é a favor do projeto do deputado Aluisio Lessa e disse que por causa da violência na sua cidade extrapolava até a cota sugerida no projeto, contanto que o dinheiro chegasse com urgência para combater a falta de segurança que vive a população.Discordando em parte do projeto o prefeito de Cachoeirinha, Ivaldo de Almeida reclamou da difícil situação do município. “A gente pega um dinheiro difícil com recursos carimbados e escassos e destinar para a segurança,sendo essa a obrigação do Estado, fica inviável para investir em outras áreas como o FEM libera. Iremos colaborar com a segurança com investimento na cidade e guardas municipal, mas não tenho como fazer a parte do Estado.”Reforçou

A prefeita de São Bento do Una e secretária da Mulher na Amupe, Débora Almeida e Luciano Duque de Serra Talhada também discordam do Projeto, enfatizando que o município já está engessado pelos recursos federais e se o FEM não chega vai tirar de onde? Perguntou.

Ainda na reunião foi eleita a comissão Estadual de Recursos Hídricos e oito prefeitos de quatro regiões foram escolhidos para compor a Comissão. Algumas orientações foram dadas aos gestores pela secretária de Assistência Social e Direitos Humanos do Município de Surubim, representando o COEGEMAS para a mobilização Nacional em Defesas do SUAS- Sistema Único de Assistência Social que será no dia 28 de setembro para que o Governo Federal repense o corte orçamentário de 97% do repasse para o SUAS, que precisaria para continuar atendendo toda demanda de R$ 2,75 bilhões , mas o que foi encaminhado pelo Ministério do Planejamento foi R$78 milhões, isto representa apenas 3% do orçamento necessário para o SUAS continuar as atividades.

O deputado José Mauricio Cavalcanti que também participou da reunião de hoje disse que o Brasil tem um tripé que está na UTI: Segurança, Saúde e Educação e esse tripé é fundamental. Mas além disso existe o Pacto Federativo que também não se fala mais.

Deputados voltam a cobrar Força Nacional e questionam investimentos em segurança


O momento da segurança pública voltou a motivar, nesta quarta (20), cobranças no Plenário da Assembleia. Joel da Harpa (PODE) foi à tribuna reiterar pedido ao Governo para que convoque reforço de policiais da Força Nacional. Já os recursos do Estado aplicados no combate à violência renderam questionamentos da deputada Priscila Krause (DEM), que contestou números anunciados pelo Poder Executivo no primeiro semestre.

A sugestão de solicitar tropas do Governo Federal já havia sido apresentada, na terça (19), pelo líder da Oposição, Sílvio Costa Filho (PRB). Segundo Joel da Harpa, a medida é necessária para suprir a demanda por agentes de segurança, após o fim do programa de jornadas extras da Polícia Militar. “Como todos os policiais faziam serviço extra, o fim do programa foi como se tivéssemos retirado toda uma polícia da rua”, apontou. “Por mais preocupado que um comandante de batalhão esteja em conter a violência, não há condições de se fazer qualquer trabalho”, disse o deputado – que participou, pela manhã, de ato no Palácio do Campo das Princesas, quando a bancada de Oposição protocolou ofício com a proposta.

Governistas reagiram aos argumentos. “Se olharmos a quantidade de homens enviados ao Rio Grande do Norte e ao Rio de Janeiro, seriam 120 policiais da Força Nacional que chegariam a Pernambuco, menos de um por município. Não acredito que alguém ache que isso vá resolver o problema”, disse Lucas Ramos (PSB), lembrando que, nesta semana, o Estado formará 1,5 mil novos policiais militares.

“Quem acha que precisamos da Força Nacional duvida da força e da expertise da briosa Polícia Militar de Pernambuco”, observou Tony Gel (PMDB), no que foi acompanhado por Zé Maurício (PP). “Nossa estrutura de segurança pública é eficiente, séria e tem dado resultados”, apontou o vice-líder do Governo, Rodrigo Novaes (PSD), que citou ter sido a atuação de movimentos de classe dos militares que incentivou servidores a abandonar as jornadas extras e forçou o Executivo a rever o programa.

Investimentos – A deputada Priscila Krause usou a tribuna para apresentar relatório, de sua autoria, em que levantou despesas do Estado, em 2017, com a aquisição de equipamentos e de material permanente na área de segurança pública – gastos tecnicamente classificados como investimentos.

Reunião Plenária - Dep. Priscila Krause
PRISCILA – Parlamentar apresentou relatório, de sua autoria, em que levantou despesas do Estado, em 2017, com a aquisição de equipamentos e de material permanente na área de segurança pública. Foto: Roberto Soares
Segundo a parlamentar, que usou como fonte o Portal da Transparência, os investimentos na área somaram R$ 1,95 milhão entre janeiro e agosto. O valor é o menor já registrado no período desde 2008, até quando existem dados, frisou, e diverge do montante anunciado pelo Governo em abril, que havia prometido R$ 290 milhões em investimentos para o setor.

A deputada também apurou quais dos equipamentos, entre os divulgados na ocasião, foram efetivamente entregues às polícias. Dos 811 automóveis, exemplificou, apenas 172 já foram adquiridos. “Gostaria que a liderança do Governo pudesse marcar um encontro entre nós e a equipe do Executivo para que possamos esclarecer essa situação”, pediu Priscila Krause. “Vou registrar um pedido de informação, mas, como podemos contar nos dedos aqueles que são respondidos dentro do prazo, o que eu gostaria mesmo é de uma reunião”, enfatizou.

Waldemar Borges (PSB) minimizou as preocupações manifestadas pela democrata. O deputado argumentou que, embora os investimentos possam estar pressionados pelas “dificuldades” do contexto econômico, as despesas totais com a segurança pública têm aumentado ano após ano. “Em 2015 foram quase R$ 3 bilhões, em 2016, R$ 3,5 bilhões, e neste ano serão R$ 3,7 bilhões. O crescimento dos gastos efetivos é real”, comentou.

“Frota, munição, locação de prédios para os batalhões e câmeras de monitoramento, por exemplo, são despesas de custeio, que não aparecem contabilmente como investimentos”, complementou Rodrigo Novaes. “A cifra pequena nos gastos dessa natureza não significa que a segurança pública não seja valorizada pelo Estado.”

Assembleia adere à Campanha Setembro Dourado contra o câncer infantojuvenil


Por iniciativa da Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (Coniacc), foi criada a Campanha Setembro Dourado, visando conscientizar a sociedade quanto à importância do diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil. Este ano, a Assembleia Legislativa se engajou à iniciativa e iluminou de dourado o Palácio Joaquim Nabuco e o Edifício Miguel Arraes de Alencar, novo prédio-sede da instituição. Os espaços ficarão com a iluminação especial desta quinta (21) até o dia 30 de setembro.

O câncer já representa a primeira causa de mortalidade por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 18 anos no Brasil. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer, anualmente, são mais de dez mil novos casos da doença registrados nessa faixa etária no País. Os tipos mais frequentes são a leucemia (câncer da medula óssea), os tumores do sistema nervoso central e os linfomas (sistema linfático).

Adagro abre seleção simplificada para 74 técnicos agrícolas

terça-feira, 19 de setembro de 2017


Vinculada à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) abriu seleção simplificada para 74 vagas de técnicos agrícolas. As inscrições já estão abertas e seguem até o próximo dia cinco de outubro, no site da entidade (www.adagro.pe.gov.br). O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado no último sábado.

Podem concorrer técnicos com formação na área agrícola ou agropecuária. As atribuições a serem desenvolvidas envolvem ações de auxílio nas atividades de defesa sanitária e fiscalização de produtos, subprodutos, insumos e derivados de origem animal e vegetal. A remuneração será de R$ 1.635,00 para uma carga horária de 40 horas semanais. 

"Por meio dessa seleção simplificada, a Adagro vai fortalecer seus quadros e oferecer um serviço com ainda mais qualidade e eficiência à sociedade", destacou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota. 

O titular da Agricultura ainda comemorou o desempenho da Agropecuária no PIB de Pernambuco do segundo semestre. "Com um crescimento registrado em 41,1%, a Agropecuária foi o segmento econômico responsável por alavancar o desempenho do estado. A liderança e a determinação do governador Paulo Câmara nos colocaram no caminho certo para enfrentamos os grandes desafios da crise", pontuou Nilton.

A seleção simplificada faz parte da reestruturação Adagro, que, no fim do ano passado, deixou de ser unidade técnica e passou a ser uma autarquia especial. “A seleção simplificada é emergencial, estamos trabalhando para realizar no próximo ano o concurso definitivo para o cargo”, explicou a presidente da Adagro, Erivânia Camelo. 

“Essa privatização criminosa deve ser interrompida”, afirma Danilo Cabral no Ceará


A privatização do sistema Eletrobras, em especial da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), foi tema de audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Ceará nesta segunda-feira (18). Presidente nacional da Frente Parlamentar em Defesa da Chesf, Danilo Cabral (PSB), afirmou que o evento é mais uma demonstração que a população, de todos os estados do Nordeste, começa a compreender as consequências da iniciativa do governo federal.

“A sociedade já entendeu que essa privatização criminosa vai representar, inevitavelmente, o aumento da conta de luz. A participação e mobilização da sociedade é que barrará a venda do São Francisco”, declarou Danilo Cabral. O deputado lembrou que a Chesf construiu bases para o desenvolvimento econômico e é a maior geradora de energia elétrica do Brasil. “Em defesa do Nordeste e da soberania do nosso País, não podemos permitir esse desmonte do governo federal”, acrescentou.

O deputado estadual cearense Elmano Freitas (PT), autor do pedido de audiência pública, destacou a importância de uma mobilização nacional para barrar as privatizações promovidas pelo Governo Federal. O parlamentar salientou que as privatizações são uma quebra de direitos democráticos. “O governo Temer está promovendo um desmonte no Brasil e, recentemente, o sistema elétrico foi incluído entre as privatizações. Precisamos debater exaustivamente e buscar soluções que não permitam a venda do nosso País”, declarou.
Para o presidente da Frente Parlamentar no Ceará, deputado federal André Figueiredo (PDT-CE), o patrimônio público do País está sendo entregue de forma “irresponsável”. “Parabéns à Assembleia Legislativa que, nesse cenário de crise, se posiciona trazendo deputados e sociedade para debater um tema tão importante para o Brasil”, enfatizou.

Participaram ainda no debate os deputados federais, Odorico Monteiro (PSB), da Frente Nacional pela Soberania Popular; Leônidas Cristino (PDT-CE); José Airton (PT-CE); além de representantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB); Sindicato dos Eletricitários do Estado do Ceará (Sindeletro); Central Única dos Trabalhadores (CUT); Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e representantes da Chesf.

NOTA DA DEPUTADA LAURA GOMES SOBRE OS RECENTES CASOS DE VIOLÊNCIA EM CARUARU


Diante dos recentes e trágicos acontecimentos em Caruaru, nossa primeira atitude é de solidariedade humana com as vítimas e seus familiares e amigos, atingidos por inaceitável brutalidade. Mas, principalmente, queremos reafirmar o compromisso de luta contra a violência. A sociedade pernambucana não vai ficar refém do desrespeito à vida e à integridade das pessoas.

   Na Assembleia, da qual esta deputada está afastada por licença médica, pós-cirurgia ocular, temos travado a batalha cabível ao parlamentar, fiscalizando, requerendo, acompanhando e destravando ações. Todavia, por mais que façamos, há tarefas a envolver toda a sociedade.

   A hora exige união de esforços e análise séria da relação entre a crise do Brasil e o aumento da criminalidade. Assim como não podemos esmorecer na guerra diária contra o crime tão pouco podemos aceitar que a violência seja criação ou responsabilidade exclusiva desse ou daquele governante. Por isso, o oportunismo eleitoral, agora, é a pior atitude do político, com ou sem mandato. Porque, além de não resolver os problemas, rebaixa a discussão ao nível dos interesses egoístas de pessoas e de grupos.

   Temos que estar unidos para punir os marginais, do modo mais rápido e eficaz. Para isso, é decisivo qualificar e equipar as forças policiais. Implantar novas unidades repressoras, como o Batalhão Especializado da PM em Caruaru e incrementar a participação social na prevenção do tráfico de drogas e na denúncia das ações dos criminosos.

   A luta continua. Vamos apoiar as iniciativas de combate à violência, sempre em busca dos melhores resultados. Vamos redobrar a atenção aos investimentos na segurança e à eficácia das operações policiais. Essa luta é de todos os pernambucanos. É um mal estar social que atinge a todos. E, por isso, há que ser enfrentado por todos nós. 

   Por fim,  reafirmamos nossa solidariedade a todos os atingidos pela violência e renovamos a certeza de que seremos incansáveis na busca da punição do crime e na instauração de um clima de paz, respeito e fraternidade. 

Aliado de Jarbas Vasconcelos e Raul Henrique, Ricardo Costa defende o PMDB de Pernambuco

segunda-feira, 18 de setembro de 2017


O deputado Ricardo Costa, realizou um contundente aparte na  Alepe. Na ocasião, Costa manifestou sua posição sobre o caso PMDB em Pernambuco e a entrada do senador Fernando Bezerra Coelho.

"Foi preciso o senador fazer os transmites por Brasília para a sua entrada no partido por Brasília. Nós, do PMDB de Pernambuco sequer recebemos nada aqui. Posso até afirmar de que o senador, para nós, não é peemedebista porque não vi a ficha dele, como nenhum outro do partido. A ficha não caiu neles ainda. É uma atitude misteriosos, que levanta a prerrogativa, porque que se tem de fazer lá a filiação? Mas eu acho que é pouco transparente e envolve certo misticismo, receio e temor de se fazer uma coisa quase na calada da noite, agindo às escuras", pontuou Ricardo Costa em seu aparte que ainda ressaltou.

"Nosso partido tem história aqui em Pernambuco, conta com
Pessoas de consistência, que defende um direcionamento, uma ideologia. Pessoas que fizeram do PMDB uma referência para todos os outros estados da federação.  Então, fazer este pronunciamento, é muito mais que um simples gesto de solidariedade aos amigos e companheiros de partido, o deputado federal Jarbas Vasconcelos e o presidente estadual Raul Henry, é elevar a altivez do nosso povo, defendendo os preceitos do nosso partido" finalizou o parlamentar.

Transmissão ao vivo da Vaquejada de Surubim 2017

sábado, 16 de setembro de 2017


Ricardo Costa critica nova ação do Ministério da Saúde envolvendo a Hemobrás

quarta-feira, 13 de setembro de 2017


Nova decisão do Ministério da Saúde (MS) envolvendo a Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás) recebeu críticas do deputado Ricardo Costa (PMDB), em discurso na Reunião Plenária desta quarta (13). O parlamentar mostrou-se preocupado com a publicação de um edital de licitação para compra direta de recombinantes pela União, medicamentos que atualmente são adquiridos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) por intermédio da estatal instalada em Pernambuco.

O deputado repercutiu a reportagem divulgada, nesta quarta, pelo Jornal do Commercio. Segundo a publicação, o edital lançado pelo MS destina-se à compra de 300 milhões de unidades internacionais do Fator VII recombinante, medicamento produzido por meio de engenharia genética para tratamento de pacientes hemofílicos. No entanto, a Hemobrás já possui uma parceria de desenvolvimento produtivo (PDP) com a empresa irlandesa Shire, que tem exclusividade na venda deste medicamento para a estatal até o ano de 2022, quando a produção será, então, transferida para Pernambuco.

“O descumprimento da PDP com a Shire inviabiliza todo o processo da estatal, que tem neste contrato sua principal fonte de receita”, argumentou o parlamentar. Ele lembrou que o ministério já tentou suspender a parceria com a empresa irlandesa, no intuito de levar a produção de recombinantes para o município de Maringá, no Paraná. A medida, que contou com a reação de vários políticos pernambucanos, foi impedida pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Como consequências, o MS precisou rever seu posicionamento e a Shire apresentou nova proposta de investimentos para seguir a parceria com a Hemobrás.

“Está na cara que o problema da Hemobrás é político, mas estou convicto de que as resoluções em relação a empresa se darão pela mesma via: a política”, afirmou Costa. “Precisamos nos unir e continuar atentos a todo o processo envolvendo a estatal. Existem interesses não declarados envolvendo a empresa”, emendou, tecendo críticas ao ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Em aparte, a deputada Priscila Krause (DEM) também defendeu a mobilização de políticos pernambucanos em defesa da Hemobrás. A parlamentar anunciou que está colhendo assinaturas para a instalação de uma frente parlamentar para atuar na questão. “A ideia é que a Alepe se organize para que, de maneira institucional, possa se posicionar com relação a esta matéria”, concluiu.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página