Senador Humberto Costa participou de uma audiência pública na cidade de Taquaritinga do Norte.

sexta-feira, 21 de abril de 2017


Fotos: Deivison Douglas

Em pauta as reformas que tramitam no congresso e no senado federal, tanto a previdenciária, como a trabalhista, também se debateu políticas públicas e outros assuntos relacionados a população.
Para o Senador, o projeto de Reforma da Previdência é um duro golpe os trabalhadores de uma forma geral. Ainda segundo Humberto Costa, além de retirar direitos que estão assegurados desde a Constituição de 1988, o novo modelo penalizará o povo brasileiro, ao ponto de tornar inviável a aposentadoria integral e ao Benefício de Prestação Continuada, a chamada BPC. 

O Senador Humberto Costa disse que na prática a reforma deixará a população desprotegida no final da sua vida.Também foi falado a respeito da Reforma Trabalhista, onde o mesmo pediu para que a população se manifeste através dos meios de comunicação, que cobrem dos seus deputados federais uma posição a favor dos direitos dos trabalhadores e não dos patrões. Pediu que as câmaras municipais se manifestem através de votação de projetos solicitando do Congresso e do próprio Senado uma postura contrária a forma como está sendo apresentada as reformas.

Vários outros pontos foram abordados, como segurança pública, comércio, a crise econômica e política. O próprio senador fez comparações a atual situação em que se encontra a nossa economia, quando estava o governo sob o comando da Presidente Dilma Rousseff com a atual gestão. E afirmou que está bem pior. E lembrou que um dos motes para derrubar a presidente era que, com a queda de Dilma a economia voltaria a crescer, coisa que não aconteceu. Segundo Humberto Costa.

No final o Senador Humberto Costa ouviu atentamente os pronunciamentos das autoridades, representantes de associações, lideranças comunitárias de Taquaritinga e região. Também atendeu a imprensa. Em sua fala o mesmo se disse satisfeito com o resultado do encontro e que muitos pontos ali abordados, ele os levará para o Senado Federal, onde ele fará questão de não só apresentar a casa, mas levará a tribuna onde fará as discussões necessárias. E falou que espera que o povo continue com essa vontade de buscar os seus direitos, principalmente cobrando da classe política, os seus representantes.

Por Wendell Galdino.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página