Projeto Florestar é lançado em Riacho das Almas

sexta-feira, 7 de abril de 2017


Riacho das Almas recebeu nesta quarta-feira (5) o diretor de Articulação e Meio Ambiente da Compesa Aldo Santos, que com sua equipe realizou o lançamento do Projeto Florestar. O município é o terceiro de todo o Agreste a ganhar a iniciativa, que tem como objetivo ampliar o número de áreas verdes e formar viveiristas multiplicadores, que aprenderão todo o manejo de sementes, produção de mudas e cultivo de árvores que podem se desenvolver na região.

Durante o evento, o prefeito Mário Mota destacou a importância da iniciativa: “Quero agradecer a escolha de Riacho das Almas para abrigar esse projeto e dizer que nosso desafio é florestar o município, na cidade e na zona rural. Com esse projeto, vamos cuidar também de nossas nascentes, fazer reciclagem e cuidar do plantio de árvores. O governante tem que pensar no presente e no futuro, e com esse projeto, nós estamos olhando para o futuro”, afirmou.

O projeto vai capacitar 100 alunos da Rede Pública de Ensino para se tornarem viveiristas e multiplicadores deste trabalho. A qualificação vai ser realizada em três etapas com teoria, aulas práticas e por último o mutirão de arborização. “A gente está se aprofundando no reflorestamento. No fim, todo o município vai estar envolvido neste projeto, e nós queremos acompanhar vocês até essas árvores que serão plantadas estiverem com 15, 20 metros de altura”, explicou a gerente de Meio Ambiente da Compesa Lucíola Beltrão.

Aldo Santos enfatizou que o principal objetivo do “Florestar” é ensinar aos estudantes e à população em geral a cultivar árvores corretamente e tornar a cidade mais verde: “A gente não quer somente distribuir mudas, mas plantar essas mudas e formar viveiristas. Queremos dar a personalidade de cada um de vocês nesse projeto”, disse.

Depois do lançamento do projeto, o prefeito Mário Mota e outras autoridades riachenses levaram a comitiva da Compesa para conhecer poços artesianos que foram perfurados no município em parceria com o Governo do Estado, além de dois dessalinizadores localizados no bairro Nova Esperança no sítio Ramada de Trapiá, zona rural do município.
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook