Aumento no Enem é abusivo, denuncia Humberto

terça-feira, 11 de abril de 2017

Líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT), criticou a decisão do ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), de aumentar em 20,6% a taxa de inscrição do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Para o senador, o aumento penaliza o estudante e é abusivo.

“A inflação do ano passado foi de 6,29%. Nada justifica esse aumento, ainda mais num momento de crise como esse. Mais uma vez esse ministro mãos de tesoura, Mendonça Filho, prejudica os estudantes. Dessa vez, o corte foi no bolso dos jovens brasileiros que depositam as esperanças no Enem e aguardam o ano todo para tentar uma vaga numa universidade pública para garantir um futuro melhor”, afirmou Humberto.

O aumento da taxa foi anunciado oficialmente nessa segunda-feira (10), data da publicação do consta no novo edital com as regras do exame no Diário Oficial da União. Em 2016, a taxa foi de R$ 68. Agora, com o incremento, o valor chegará a R$ 82. Para o senador, o aumento pode gerar uma queda no número de inscritos e prejudicar o Plano Nacional de Educação, que tem como uma de suas metas ampliar a inclusão e também aumentar o nível de ensino da população brasileira.

“Num momento de crise como esse que vivemos, aumentar em mais de 20% a taxa para inscrição é um golpe no bolso dos estudantes. Isso desestimula os jovens para buscar uma vaga na universidade. Aumentos como esses são abusivos e podem prejudicar uma geração inteira. O Plano Nacional de Educação fala da importância da inclusão no ensino universitário e essa medida pode é segregadora. Os estudantes começam a se sentir lesados e não estimulados a buscar o ensino universitário”, disse Humberto.

A decisão de aumentar a taxa de inscrição no Enem gerou uma série de centenas de críticas na página do Ministério da Educação.
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook