Genival Lacerda pode virar Patrimônio Cultural da Paraíba

sexta-feira, 17 de março de 2017


O cantor e compositor paraibano, Genival Lacerda, pode se tornar Patrimônio Cultural da Paraíba. Tramita na Assembleia Legislativa (ALPB) o Projeto de Lei 1202/2017, de autoria do deputado Tovar Correia Lima (PSDB), que reconhece a importância do artista para o Estado que já tem 66 anos de carreira e 70 discos gravados.
“Genival é um grande artista paraibano de destaque nacional e por onde anda leva o nome do nosso Estado, com todo o seu talento e irreverência. Nada mais justo que darmos uma homenagem em vida a esse grande artista que é um patrimônio do Estado da Paraíba”, afirmou Tovar.

Na justificativa, o deputado destacou que o artista que está completando 66 anos de carreira, por onde passa leva alegria e muita irreverência representando assim o povo nordestino. O ‘Rei da Munganga’, como é conhecido nacionalmente, está de trabalho novo aonde retrata toda a trajetória de sucessos na turnê intitulada de "Todas as Caras" e mostra estar feliz "esse trabalho é especial para comemorar a vitalidade da minha carreira profissional.

No CD a primeira canção fala da modernidade das redes sociais "Me dê seu wífí". Uma composição de João Lacerda e Nerilson Buscapé que é a música de trabalho. Um CD do pré-repertório para gravação do OVO que acontecerá no dia 21 de agosto de 2017 no teatro Boa Vista em Recife.

Genival Lacerda nasceu em Campina Grande, em 5 de abril de 1931. Ele é um cantor e compositor brasileiro de forró. Seus principais sucessos foram Severina Xique Xique, De quem é esse jegue? e Radinho de Pilha. Sua carreira começou na Região Nordeste e ao longo dela gravou 70 discos. Morando em Campina Grande, ainda cumpre sua agenda de shows e recentemente fez uma participação no filme Foliar Brasil, sem data para estrear nos cinemas.
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook