Ao lado de Humberto, Lula diz para agricultores pressionarem Temer contra reformas

terça-feira, 14 de março de 2017


Aclamado pelos agricultores familiares na noite dessa segunda-feira (13) em Brasília, o ex-presidente Lula, que vai visitar a transposição do São Francisco em Monteiro (PB) no próximo domingo (19) ao lado do líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou que é preciso intensificar a luta contra as reformas trabalhista e da Previdência Social propostas pelo governo do presidente não eleito Michel Temer (PMDB).

Movimentos sociais e entidades sindicais apostam nesta quarta-feira (15), dia nacional de paralisação, para barrar a retirada dos direitos dos trabalhadores e aposentados brasileiros. Estão previstas manifestações em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília.

Lula cobrou mais pressão do povo nas ruas na abertura do 12º Congresso Nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Contag), que vai ocorrer na capital federal até a próxima sexta-feira e contou, ontem, com a participação de Humberto e de outros parlamentares do PT.

Segundo o ex-presidente, que foi deputado constituinte, a Constituição Federal garantiu o direito de aposentadoria a mais de 6 milhões de trabalhadores rurais em 1988 e isso não pode ser retirado agora, principalmente por um governo ilegítimo.

Para o senador, o ex-presidente foi recebido com muito carinho pelos trabalhadores rurais de todo o país em Brasília e demonstrou, mais uma vez, uma vitalidade incrível para poder, inclusive, voltar ao Palácio do Planalto em 2018 para comandar o país. Ele discursou por cerca de 30 minutos e ouviu do auditório lotado, ao fim da fala, que deve voltar a ser presidente.

“Lula disse que está disposto a andar pelo país alertando o povo brasileiro do que está sendo colocado em jogo por esse governo ilegítimo. O povo já pagou demais, durante muito tempo, e queremos apenas aquilo que é direito do cidadão: viver dignamente”, comentou Humberto.

O ex-presidente ressaltou que “quem aprendeu a comer carne de primeira não quer voltar a comer carne de segunda, assim como quem aprendeu a entrar no shopping para comprar presente para o filho não quer voltar a ficar olhando vitrine e lambendo com a testa”.

“Não podemos esperar o que eles (governo) não vão fazer pelo povo. Essa gente que está aí não vai favorecer vocês. Eles já contaram tantas mentiras sobre as reformas que querem, mas não nos enganam. Eles sempre foram contra políticas como o Bolsa Família e o Fome Zero”, disse Lula.

Ele também ressaltou que vai à Paraíba no domingo para ver a conclusão do canal leste da transposição do Velho Chico, obra iniciada durante o seu governo. “Não tá resolvido não. Quanto vai custar essa água? Como vai chegar até a casa das pessoas? Tenho fé em Deus que haverá de dar tudo certo”, disse.

Ele acredita que foi o único presidente a iniciar o projeto porque, de todos que chefiaram o Poder Executivo brasileiro, foi ele que carregou um balde na cabeça. “Só eu, com sete anos, tinha experiência do que é ir ao açude para pegar água e separar caramujo e fezes de cabrito para poder bebê-la”, contou.

O congresso da Contag vai até a próxima sexta-feira, quando deve ocorrer a eleição do pernambucano Aristides Veras para a presidência da Confederação no período de 2017 a 2021.
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook