Diferença de preço de medicamentos pode chegar a 700%, alerta Procon-PE

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

O Procon-PE, órgão vinculado a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), realizou entre os dias 23 e 25 deste mês uma pesquisa de medicamentos. O levantamento mostra que entre os produtos de marca e os genéricos, a diferença percentual pode chegar até 700%. Outro fato importante é que de um estabelecimento para outro os medicamentos genéricos podem ter uma diferença de até 326%.

 O medicamento Metformina, usado no tratamento da diabetes, se for comprado o de marca ele é encontrado entre R$ 11,12 e R$ 20,35, a diferença nesse caso fica de 83%. Já o genérico pode ser encontrado entre os valores de R$ 2,50 e R$10,67, uma diferença de 326,80%. O Procon-PE pesquisa medicamentos para tratar: controle da hipertensão arterial; controle do diabetes; anticonvulsivante; analgésicos; náuseas e vômitos; rinite alérgica; anti-helmíntico; anti-inflamatório; bronco dilatador; excesso de gases e antibiótico para o tratamento de infecções bacterianas. 

A pesquisa foi realizada em 11 estabelecimentos do Recife, Olinda e Paulista. Neste levantamento, é possível identificar o preço de cada item por estabelecimento, fornecendo assim ao consumidor, os locais e endereços onde o produto encontra-se com preço mais acessível. Foram pesquisados 40 medicamentos, sendo 20 de referência (marca) e 20 genéricos.


Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook