Obra emergencial garante abastecimento de Surubim.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Na próxima segunda-feira (25), começa a obra que vai fazer a ligação entre Barragem de Pedra Fina e Surubim, no Agreste Setentrional, para garantir o abastecimento d’água do município. A previsão é de que, em até 60 dias, a população seja beneficiada com a intervenção. Com investimento de R$ 2,6 milhões do Governo do Estado, através da Compesa, a obra emergencial visa minimizar os efeitos da estiagem prolongada na região. A Barragem de Jucazinho, localizada na cidade, pode entrar em colapso a partir de outubro. A solução emergencial foi articulada pelo deputado Danilo Cabral (PSB) e pelo secretário Nilton Mota, naturais do município, junto ao Governo do Estado, atendendo a uma demanda da população local. “O governador Paulo Câmara, quando esteve em Surubim, assumiu o compromisso de melhorar o abastecimento d’água da região e, diante do agravamento da crise hídrica, decidiu investir na ligação entre Pedra Fina e a cidade”, explicou Danilo Cabral.

 Segundo o parlamentar, o problema só será resolvido definitivamente quando a Adutora do Agreste, a interligação entre o Sistema Siriji e Pedra Fina e de Pirangi e Jucazinho forem concluídas. “A construção da Adutora do Agreste depende de repasses do Governo Federal, que estão com o fluxo irregular. A ligação entre Pirangi e Jucazinho está em andamento e deve ficar pronta em janeiro do próximo ano. Já para construção do Sistema Siriji, orçado em R$ 40 milhões, o Governo aguarda liberação de recursos do Ministério da Integração Nacional”, acrescentou.

 Nilton Mota destaca que o Agreste pernambucano vem sendo castigado com a pior seca dos últimos 50 anos. “São seis anos consecutivos sem chover o suficiente para recuperar os nossos mananciais, agravando a situação dos municípios da região. Surubim, por exemplo, enfrenta um rodízio de três dias com água e 28 sem”, afirmou. De acordo com informações da Compesa, a Barragem de Jucazinho se encontra com apenas 0,36% de sua capacidade.

 Por causa da situação crítica, a Compesa, com o objetivo de preservar Jucazinho, anunciou alteração no calendário de abastecimento de Caruaru e a retirada do município de Santa Cruz do Capibaribe do sistema de Jucazinho. Este município passará a ser atendido pela Barragem do Prata, que também passará a compartilhar sua água com Caruaru, Cachoeirinha, Ubirajuba, Altinho e, Agrestina.



Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página