Marina diz que Lula é "combustível da crise" e que PT e PMDB são irmãos siameses

quarta-feira, 23 de março de 2016

Líder na última pesquisa Datafolha de intenção de voto para a sucessão presidencial, a ex-senadora Marina Silva (Rede) afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se tornou o "combustível da crise".

Em entrevista publicada nesta terça-feira (22) ao jornal "Valor Econômico", Marina afirma ter receio de que o impeachment da presidente Dilma Rousseff "crie a aura de que as coisas já foram resolvidas", o que poderia levar ao "arrefecimento" da Lava Jato.

A ex-senadora disse ainda que Lula se tornará uma espécie de "primeiro-ministro" do governo Dilma. "Estamos em um sistema presidencialista, e na prática, foi instituído uma espécie de sistema parlamentarista com a figura do primeiro-ministro [Lula]. Um parlamentarismo sem o Parlamento. No começo eu achava que era um paliativo, mas com tudo o que aconteceu, virou um combustível para a crise", declarou.

Para a ex-senadora, isso não vai atenuar os problemas enfrentados pela presidente. Ela diz acreditar que o impeachment é "uma realidade que está posta", mas apresenta ressalvas e diz preferir novas eleições.
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook