Vila Isabel leva história de Miguel Arraes à Sapucaí

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

A escola de samba Unidos de Vila Isabel abre o segundo dia de desfiles do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro, na próxima segunda-feira (8), com a história do ex-governador de Pernambuco Miguel Arraes. A homenagem marca o centenário de nascimento do socialista, que também foi prefeito do Recife, deputado e presidente do PSB.
O samba-enredo Memórias de Pai Arraia – Um sonho pernambucano, um legado brasileiro, de autoria de Martinho da Vila, Arlindo Cruz, Mart’nália, André Diniz e Leonel, ressalta as políticas sociais criadas pelo ex-governador para a população rural.  “Acordei o campo para um novo dia com o futuro santo, lindos ideais / acordei o campo pra haver justiça / flora esperança nos canaviais”, diz a letra.

Os sambistas também lembram as iniciativas na cultura e na educação. Durante a gestão de Miguel Arraes na prefeitura do Recife, em 1960, o Movimento de Cultura Popular (MCP) promoveu experiências de alfabetização e de inserção na arte. “Liberdade se conquista com educação Juntando artistas e intelectuais. Pra fazer a cartilha no cordel. Ensinar do ABC à profissão e buscar na arte a inspiração.”
Nascido em 1916 em Araripe, Ceará, Arraes fez carreira política em Pernambuco. Ele entrou para a vida pública em 1948, quando aceitou o convite do então governador Barbosa Lima Sobrinho para ocupar a Secretaria de Fazenda. Conquistou a vaga de deputado estadual em 1958 e chegou à prefeitura do Recife dois anos depois.

Em 1962, foi eleito governador de Pernambuco, mas foi deposto pelo regime militar no golpe de 1964. Na volta do exílio, voltou a ocupar o cargo mais alto do Estado em duas ocasiões.

O desfile da Vila Isabel está previsto para iniciar às 21h30 de segunda-feira (8).

Assessoria de Comunicação/PSB
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página