Soldados que combaterão Aedes aegypti estarão na rua até sexta-feira

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Todos os 750 soldados que o Exército irá ceder para a operação de combate ao mosquito Aedes aegypti no estado deverão estar nas ruas até a próxima sexta-feira (11). A informação foi repassada pelo comandante da operação em Pernambuco, o general Antônio Eudes Lima da Silva, após reunião realizada com a presença da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), e do governador Paulo Câmara (PSB).
Segundo o militar, todo o estado, dentro da sequência estabelecida na reunião, está sendo atendido de imediato. "Nossas tropas no interior já estão em contato com as respectivas prefeituras para iniciar esse apoio o quanto antes, porque o momento exige isso", enfatizou o general.
Antônio Eudes afirmou que as determinações do Comando do Exército são para que os soldados empreguem todo o apoio necessário solicitado pelo governo. "Nossas ordens são: participar do trabalho de campo com agentes de saúde, sempre com orientação das respectivas secretarias. A população pode esperar um trabalho de qualidade. Iremos agilizar esse processo de esclarecimento à população, com informações adicionais, e mostrando como proceder no que tange à redução do vetor", explicou.
O comandante encerrou, afirmando que a entrada em qualquer residência que porventura esteja fechada, ocorrerá dentro do respaldo legal existente.
Fonte Folha de Pe.
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook