Barragem de Jucazinho cada dia que passa mais perto do fim.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

A seca no Nordeste está entre os principais problemas previstos pelo governo de Pernambuco, de acordo com o Ministério da Integração, provocando efeitos devastadores principalmente pela falta de água que afetou muitas cidade.De acordo com estudo do Centro Nacional de Monitoramento a barragem de Jucazinho está perto do seu fim,momento nunca visto antes, praticamente todos os estados nordestinos tiveram seus níveis de reserva de água reduzidos, e não se recuperaram no período de referência do estudo (maio de 2012 a junho de 2015)."O Nordeste, de maneira geral, saiu de quase 59% de capacidade de reservação [de água] para 25%, caindo mais de 50% de sua capacidade", disse Occhi. A queda foi, na verdade, de 57,6%. O único estado que apresentou quadro distinto foi a Bahia, que está com reservação de 51%, ante média de 37% em anos anteriores.

Desde que passou a ser utilizada para abastecimento humano, em 2004, este é o pior desempenho da barragem de Jucazinho, localizada no município de Surubim, em decorrência da seca que atinge o Agreste pelo quinto ano consecutivo. Com menos de 3

% de sua capacidade, a Compesa se prepara para utilizar o volume morto do manancial, a fim de evitar o colapso do abastecimento em 12 municípios da região atendidos pelo reservatório.
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook