Vídeo mostra a cinegrafista dando rasteira em refugiado com criança no colo.

terça-feira, 8 de setembro de 2015

video
Uma cinegrafista da emissora húngara "N1TV" foi demitida depois de ter sido filmada agredindo imigrantes no campo de Roszke, no sul do país, perto da fronteira com a Sérvia.   

Na gravação feita por um colega, é possível ver claramente Petra László derrubando um senhor que fugia da polícia com uma criança no colo. Ambos caem no chão e são filmados pela cinegrafista. Em outro vídeo, ela ataca duas pessoas com chutes.   

A emissora para a qual ela trabalhava é considerada próxima ao partido de extrema-direita Jobbik, que é radicalmente contrário à imigração e defende ideias neonazistas. "Consideramos inaceitável o ocorrido. A nossa relação de trabalho com a cinegrafista está encerrada. Da nossa parte, o caso está fechado", diz um comunicado da "N1TV".   

A Hungria tem sido alvo de um intenso fluxo imigratório que começa no Oriente Médio - principalmente na Síria - e passa por Turquia, Grécia, Macedônia e Sérvia, até chegar em Budapeste, já na União Europeia e perto dos países mais ricos do bloco.   

Da capital húngara, os imigrantes tentam chegar à Áustria ou à Alemanha, onde já existem grandes comunidades de suas nacionalidades. (ANSA)
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook