Os principais nomes para a eleição de 2018

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Quando Dilma Rousseff iniciar, em janeiro, seu segundo mandato, as movimentações para  sua sucessão em 2018 já estarão em curso. No PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desponta como principal opção para tentar manter uma hegemonia política sem precedentes. Se Lula não quiser se candidatar, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, aparece como uma alternativa. Ele será novamente um dos principais ministros do governo e conta com a confiança dela. As perspectivas de manutenção do poder federal pelo PT, porém, serão mais fluidas em 2018. “A divisão do país mostra um PT em enfraquecimento. A fórmula da comparação entre o governo do PT e o do PSDB começa a se esgotar”, diz Leonardo Barreto, cientista político da Universidade de Brasília (UnB). Partidos que apoiam o governo, como o PMDB, ensaiam candidaturas próprias. Por causa do cansaço com a polarização entre PT e PSDB, Marina Silva poderá apostar novamente em ser uma terceira via. Entre os tucanos, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, credenciou-se a disputar, pela segunda vez, o Planalto. No PSDB, seu principal concorrente deverá ser novamente Aécio Neves.  “Com a melhor votação do partido desde 2002, Aécio fortaleceu o PSDB”, diz Barreto.




Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página