Candidata do Enem morre em local de prova em Olinda

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Inscrita para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a candidata Edvânia Florinda de Assis, de 31 anos, morreu por volta das 12h deste sábado (8), minutos depois de entrar no Colégio Santa Emília, no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda, Grande Recife, onde realizaria a prova.
Edvânia teria passado mal após correr para não perder o horário do exame. Os funcionários do local acionaram o serviço do Samu e Corpo de Bombeiros, que chegaram a realizar os primeiros socorros, sem sucesso.
Segundo informações iniciais, Edvânia teria morrido vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico. Laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) confirmou posteriormente que ela teria morrido de edema agudo pulmonar. A mulher estava acompanhada do sobrinho Eliezer Silva, 19 anos, que também se inscreveu para o Enem e faria a prova no mesmo local.

Em entrevista, o jovem - que acabou não fazendo a prova - informou que pegou um ônibus com a tia e desceu cerca de 300 metros do colégio. Ambos pegaram carona para o local e, ao descer do carro, correram para a entrada. Eliezer chegou primeiro e foi ao banheiro. Quando saiu, já viu a tia sendo socorrida.Segundo Roseane Silva, que vendia lanches em frente ao local de prova e presenciou tudo, saia sangue pelo nariz da vítima. Segundo o marido da candidata, identificado apenas como Ginaldo, Edivânia não possuía histórico da doença e "era uma mulher saudável".
Edvânia fazia o Enem para tentar entrar no curso de nutrição da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ou na Faculdade Maurício de Nassau, por meio do sistema de bolsas ProUni. O sobrinho tentaria o curso de educação física.

As provas do Enem no Santa Emília não foram prejudicadas; estudantes que estavam no local só souberam do ocorrido ao sair do colégio, por meio da imprensa. 

O corpo de Edvânia Florinda de Assis foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, Centro do Recife. No local, o irmão dela, Abdias Domingos Gomes, disse que a família não sabe explicar o que aconteceu. "Ela tinha muita esperança. Estava em busca de um sonho e acontece uma tragédia dessa", lamentou.
Fonte :G1
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página