Marina sinaliza apoio a Aécio no segundo turno

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Apesar da derrota nas urnas, Marina Silva (PSB) chegou à entrevista coletiva em São Paulo, às 21h30min deste domingo, com um sorriso no rosto e um semblante de alívio. Acompanhada de seu vice, Beto Albuquerque (PSB), ela foi recebida por um pequeno grupo de militantes e disse ter feito o possível para honrar o legado de Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco e seu parceiro de chapa, morto em agosto em acidente aéreo.

Marina evitou falar na possibilidade de aliança com os tucanos, mas sinalizou a possibilidade de apoiar Aécio no segundo turno ao ressaltar que os brasileiros  mostraram nas urnas que não concordam com os rumos do governo.

— O que decidimos é que queremos tomar uma posição conjunta, mantendo nosso programa, que é a nossa referência. Faremos as nossas reuniões. Eu sou a liderança da Rede. O PSB fará a sua reunião. Todos os demais farão. Estaremos dialogando ao mesmo tempo entre nós. Sabemos que o Brasil sinalizou claramente que não concorda com o que aí está — afirmou.
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook