Leitores no Recife dizem ter sido impedidos de comprar Veja, mas vendas estão liberadas

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Na tarde desta sexta-feira (24), correu pelo Recife a informação de que a Revista Veja, que trouxe a polêmica capa com o suposto envolvimento de Dilma e Lula com o doleiro Alberto Yousseff, estava sendo recolhida das bancas da cidade.

Uma arquiteta de 62 anos, que não quis se identificar, chegou a comprar a revista numa livraria do Recife pois já estava no caixa para pagar a conta. Porém, outras pessoas que tentaram adquirir o semanário no mesmo estabelecimento foram impedidas. O gerente da loja, presente no momento, não informou qual teria sido o motivo para a retirada da revista do expositor. A leitora ainda comentou que seu filho também não teria conseguido comprar a publicação em uma banca no bairro de Boa Viagem. Segundo a arquiteta, o filho flagrou as revistas sendo recolhidas por uma carro do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). A informação, no entanto, foi rebatida pelo TRE-PE, que afirma não ter recebido nenhuma notificação sobre o caso.

A reportagem do Portal NE10 procurou a revista na Livraria Cultura, do Paço Alfândega, e encontrou a publicação exposta no mostruário. Um vendedor da loja informou que o boato sobre a suspensão chegou até o local, mas não passava de falácia. A reportagem também encontrou a revista em bancas do Centro do Recife e no bairro da Jaqueira. Em três bancas da Avenida Guararapes, os vendedores afirmaram que a censura à revista não passa de boatos. “Aqui não tem a revista, porque acabou. Vendemos todas”, disse um deles.

O pedido, de fato, chegou a ser solicitado pela campanha da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, mas o TSE negou o requerimento. A reportagem da Veja, publicada a três dias da eleição,  aponta o doleiro Alberto Youssef afirmando que Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sabiam dos desvios na Petrobras. As informações, no entanto, não têm provas.

O pedido da coligação de Dilma para retirar a publicação do site de VEJA do ar e do perfil da revista no Facebook foi protocolado pelo PT nesta sexta-feira, sob o argumento de que a publicação desrespeita a legislação eleitoral. Mas o ministro Admar Gonzaga negou o pedido.

Fonte :Ne10
Últimas Postagens

Visualizações de página

Facebook