Falhas individuais pesaram na derrota alvirrubra

sábado, 22 de setembro de 2012


Qualquer resultado que não uma derrota diante do Fluminense já seria comemorado pelo Náutico. E para tentar arrancar um ponto, ao menos, no Rio de Janeiro, o Timbu não poderia repetir dois pecados recorrentes cometidos pela equipe quando atua fora de casa. Contudo, mais uma vez, falhas individuais e de finalização minaram as chances dos alvirrubros pontuarem na Série A.

Na primeira etapa, o Timbu parecia aquele mesmo que segurou o Grêmio no Olímpico, pela 24ª rodada. Com uma marcação forte, o Fluminense até que assustava, mas não criava lances claros de gol. Só que, da mesma maneira que ocorreu no duelo contra o Tricolor Gaúcho, foi uma falha do goleiro Gideão que permitiu ao Fluminense abrir o placar.

Para piorar, o Náutico teve até boas chances de marcar antes do Fluminense. Kim e Rogério desperdiçaram ótimas oportunidades de abrir o placar. As falhas de finalização acabaram fazendo falta. Até porque o Tricolor Carioca conseguiu fazer mais um gol no final do primeiro tempo, garantindo uma vantagem tranquila.

Na segunda etapa, o Timbu voltou a contar o ímpeto de um tranquilo Fluminense. Por intermédio de Kim, a equipe pernambucana ainda conseguiu diminuir o placar. E teve chances de empatar, com Kim e Patric, já nos acréscimos. Entretanto, faltou a qualidade de finalização que só Kieza parece ter na equipe. E que fez, faz e continuará fazendo toda a diferença no rendimento alvirrubro. 
Fonte:FOLHA DE PE.
Últimas Postagens

Facebook

Visualizações de página